​Motores de 450cv e 510cv e manutenção flexível reforçam soluções da Scania

Motores

O aumento da eficiência no transporte de cargas pode ser alcançada por diversos meios.

Nesta quinta-feira (14) a Scania apresentou em Águas de São Pedro (SP) um novo pacote de soluções, antecipando os lançamentos da Fenatran 2017. O destaque fica por conta de novos motores de 13 litros para a linha rodoviária, agora com potências de 450cv e 510cv.

motoresSempre que uma novidade no trem de força é apresentada, o foco é a economia de combustível. Desta vez não foi diferente. Os motores possuem uma tecnologia de alta pressão de injeção de combustível.

Com isso o motor alcança redução de 5% no consumo e menor nível de barulho. “Esta tecnologia inédita no Brasil, que estamos importando da Europa. Esse novo sistema traz um grande ganho de eficiência e desempenho”, explica Eronildo Santos, diretor de Desenvolvimento de Negócios da Scania do Brasil.

A Fenatran 2017, que será realizada de 16 a 20 de outubro em São Paulo (SP), marca a chegada dos novos motores aos clientes. No entanto eles não substituem a atual linha rodoviária, de 440cv e 480cv.

Novidades em pós-vendas

Além do trem de força, o serviço de pós-vendas também ganhou reforço. Os tradicionais planos de manutenção ganharam um conceito de maior flexibilidade. Com os Planos Flexíveis, a Scania prevê economia de custo de 16%.

Mas como se flexibiliza um programa de manutenção? A resposta está em tratar de forma individual o desempenho de cada veículo dentro de uma frota. O valor do programa de manutenção deixa de ser uma mensalidade fica dentro de um pacote fechado e passa a estar ligado à produtividade do caminhão.

“O transportador perguntava o motivo dele precisar pagar uma parcela fica de programa de manutenção. O caminhão não roda a mesma quilometragem todos os meses. O transportador agora vai pagar exatamente o que ele rodou, o que o caminhão gerou de riqueza para ele”, afirma Fabio Souza, diretor de Serviços da Scania do Brasil.

Para alcançar resultados, a Scania faz uso de dados de conectividade do caminhão. Desta maneira o sistema envia relatórios de desempenho e compartilha a gestão da manutenção entre cliente, fabricante e concessionária.

As leituras de necessidade de manutenção são constantes, deixando pra trás o modelo de manutenção por km rodado e passa a estar mais ligado ao desempenho de cada motorista na condução. Em conjunto com o treinamento dos motoristas oferecido pela Scania é possível ter grandes ganhos na manutenção.