AL-KO investe no mercado brasileiro com fábrica em Atibaia-SP

Instalação no interior paulista marca a entrada das operações da AL-KO na América do Sul

AL-KO investe no mercado brasileiro com fábrica em Atibaia-SP (Foto: Divulgação)

A AL-KO, fabricante alemã de chassis, eixos, sistemas de freio e componentes para trailers, motorhomes e reboques comerciais, apresentou o seu plano de operação no Brasil, com a instalação da unidade fabril em Atibaia, São Paulo, em uma área de aproximadamente 1000 metros quadrados.

- Publicidade -

No país são licenciados em média 100 mil novos reboques (categoria até 3,5 toneladas) por ano. A AL-KO pretende alcançar 10% de participação de mercado a partir desse início de operação.

De acordo com Arndt Budweg, diretor geral da AL-KO, a empresa deve investir em torno de 2,5 milhões de reais no país. A fábrica, a princípio, vai produzir componentes para os mercados de trailers e reboques comerciais.

“No momento estamos importando da Alemanha e redistribuindo no Brasil. A próxima etapa, já para 2018, será a fabricação do nosso principal componente: o eixo, com a suspensão e o sistema de freios. Essa montagem se inicia em seis meses aqui em Atibaia”, afirma Budweg.

A instalação no interior paulista marca a entrada das operações da AL-KO na América do Sul. A empresa alemã pretende crescer cerca de 30% a 40% por ano. Segundo Budweg, a marca chega para dar mais qualidade e segurança ao segmento.

“O mercado brasileiro de reboques no Brasil ainda é muito simples. Temos muitos componentes vindos da ‘sucata’, como eixos da indústria automobilística, feixes de mola também usados, o que traz insegurança para o país. Obviamente nossas autoridades estão enxergando isso. Existe uma corrente muito forte trabalhando para o aumento de profissionalização e segurança. A AL-KO entra com sistemas de freio, estabilidade, suspensão adequada para as estradas brasileiras, centros de gravidade mais baixos, ou seja, com os nossos componentes, os reboques fabricados no Brasil passam a ter muito mais segurança, estabilidade e conforto. Apostamos na profissionalização”, explica o diretor geral da AL-KO.

Entre os principais produtos que serão fabricados no Brasil estão a suspensão, com eixo de torção sextavado, e o sistema de freio inercial. “Nossa suspensão é exclusiva, trabalhamos com um tubo sextavado, que permite uma suspensão mais suave e estável. Já em relação ao freio inercial, nós aproveitamos a força do próprio reboque sobre o veículo trator, que quando este freia, nós transformamos essa força inercial em força de acionamento de freio. Isso não sobrecarrega o sistema de freios do carro. Nós anulamos a força que o reboque faz sobre o carro”, finaliza Arndt Budweg.

- Publicidade -