Alerta contra sono poderá ser obrigatório em caminhão e ônibus

O sono ao volante é apontado como um dos fatores que mais contribuem para a ocorrência dos acidentes de trânsito no Brasil

sonoUm Projeto de Lei que propõe a obrigatoriedade de dispositivo de alerta de sono em caminhões e ônibus tramita na Câmara dos Deputados. O PL 4969/16 tem como objetivo alterar a Lei 9.503/97 do Código de Trânsito Brasileiro, que já prevê itens obrigatórios como cinto de segurança e encosto de cabeça.

O sono ao volante é apontado como um dos fatores que mais contribuem para a ocorrência dos acidentes de trânsito no Brasil. Estima-se que de 17% a 19% das mortes no trânsito brasileiro, aproximadamente 7 mil por ano, são causadas por pessoas que dormem ao volante.

Veja também: Motorista é autuado após furar pedágios da BR-116 quase 300 vezes

“Os motoristas profissionais são, sem sombra de dúvidas, os que mais sofrem com esse problema”, afirma o deputado Lincoln Portela, autor da proposta. Ele lembrou que cerca de um terço dos desastres em rodovias envolvem ônibus, micro-ônibus e caminhões.

A proposta tramita em caráter conclusivo e será analisada pelas comissões de Viação e Transportes; e de Constituição e Justiça e de Cidadania. Clique aqui para ver a íntegra da proposta.