Colecionador exibe seu amor por pesados em miniaturas de caminhões. Veja galeria de fotos

Dono de mais de 400 miniaturas é apaixonado por caminhões desde pequeno e transformou o amor em hobby.

940x529_Felipe Novoa Coleção

O que para muitos é coisa de criança, é coisa séria e muito importante para outros. É o caso do Felipe Novoa, de 31 anos, morador de Mirassol, no interior paulista, que coleciona miniaturas de veículos. Com diversos itens, entre carros e caminhões, Felipe é um apaixonado pela estrada e pelos pesados.

400x300_coleção

“Quando eu era pequeno a maior parte da minha família morava em Santos eu acabei me apaixonando pelo Porto de Santos. Sempre quando eu ia para a cidade quando era pequeno eu gostava de contar caminhões na estrada e quando chegava lá pedia para ir ao Porto para ver a movimentação dos veículos que iam descarregar por lá”, lembra Novoa.

O tempo passou e a paixão de Felipe por veículos não diminuiu e quando, há cerca de quatro anos, ele conheceu o Clube Riopretense de Colecionadores de Miniaturas surgiu o incentivo que faltava para ele transformar a paixão de infância em hobby.

“Há mais ou menos quatro anos eu conheci um clube de miniaturas em São José do Rio Preto, que é onde eu trabalho, e ali passou um filme na minha cabeça de quando eu era criança e eu fui lá, me inscrevi e voltei a colecionar”, conta.

Veja a galeria de fotos das miniaturas

O primeiro caminhão adquirido para a coleção foi um Mercedes-Benz, réplica de um antigo veículo de entrega de leite e, logo na sequência, ele também adquiriu um Scania R470, que foi customizado pelo próprio Felipe. “Eu rebaixei e deixei essa miniatura mais bonita. Quando tenho um pouco de tempo eu sempre modifico para deixar os veículos mais com a minha cara”, explica.400x300_posto

Um dos grandes apoiadores do hobby foi o pai de Felipe, que surpreendeu o rapaz com uma coleção de caminhões antigos em miniatura de presente. Atualmente, a coleção de pesados já conta com mais de 40 veículos modernos e antigos.

Outro apoio ao colecionador vem da esposa, que apesar de dizer que ele “gasta dinheiro com brinquedo”, deu ao marido a réplica de uma garagem em escala menor para colocar as miniaturas, além de construir a maquete de um Posto Petrobras para os pesados encherem o tanque.

Felipe participa frequentemente de encontros onde expõe toda a sua coleção ao lado dos parceiros que encontrou no clube de miniaturas e é frequentemente elogiado pelas peças que possui. Atualmente, a coleção de veículos em miniatura do rapaz conta com mais de 400 peças e ele pretende aumentar ainda mais esse número.

“Eu não deixei de ser criança, principalmente quando vejo um caminhão. Tô com 31 anos, mas me divirto muito”, conclui Felipe.