Analise do Murilo | Transporte

 

Estive estudando uma edição do boletim Economia em Foco, da Confederação Nacional do Transporte (CNT) que  analisa questões relacionadas aos acidentes rodoviários no Brasil. É interessante notar que uma pesquisa feita por especialistas em segurança no trânsito    mostra que acidentes em trechos rodoviários com sinalização precária são duas vezes mais severos e violentos do que os ocorridos em locais onde a sinalização é considerada ótima.   Ou seja, o estudo indica a necessidade urgente de melhorar a sinalização das rodovias, além de se ter uma fiscalização mais eficiente. A pesquisa também revela que, entre 2009 e o início de 2020, a quantidade de multas aplicadas pela Polícia Rodoviária Federal cresceu 93,1%, ao passo que, no mesmo período, os acidentes com vítimas caíram 8,4%. 

Em todo caso, a questão dos acidentes não se limita apenas às vítimas – claro que é a situação mais grave – mas, é importante notar, também, que o custo econômico dos acidentes rodoviários verificado entre 2009 e 2020 (R$ 156,06 bilhões) é próximo ao volume dos investimentos públicos em infraestrutura e na manutenção das atividades da PRF (R$ 172,06 bilhões) no mesmo período. Ou seja, investir em boa sinalização e melhoramento das rodovias pode mesmo reduzir os acidentes, salvar vidas e ainda economizar mais de 15 bilhões de reais a cada ano.