Banco Mercedes-Benz ignora queda em caminhões e encerra 2012 com melhor desempenho em novos negócios da história

O Banco Mercedes-Benz encerrou 2012 com sólido crescimento nos seus principais segmentos de atuação. Resultado da estratégia adotada pela instituição de criar núcleos de atendimento para os setores em que atua, o segmento de automóveis Mercedes-Benz e Smart fechou o ano com crescimento de 5% na comparação a igual período de 2011, com R$ 126 milhões em novos negócios contra R$ 120 milhões. Outro setor que alavancou negócios para o Banco, os financiamentos de ônibus fecharam o acumulado do ano em R$ 649 milhões em novos negócios, um aumento de 8% ante os R$ 599 milhões conquistados no mesmo intervalo de 2011.

Em unidades, o segmento de automóveis fechou o ano de 2012 com 1.502 veículos Mercedes-Benz zero-quilômetro negociados, um avanço de 17% ante igual período de 2011, com 1.286 carros financiados. Mesmo cenário foi visto no segmento de ônibus. De janeiro a dezembro de 2012, o Banco negociou 4.550 ônibus novos, 10% a mais que a quantidade financiada de janeiro a dezembro de 2011, com 4.138 unidades.

Para o segmento de caminhões, foram negociadas 10.676 unidades Mercedes-Benz zero-quilômetro, marca que é 27% menor que o total financiado no período acumulado de janeiro a dezembro de 2011, com 14.590 unidades. Com 1.367 veículos comercializados, o segmento de Vans acumulou queda de 18% na quantidade de bens negociados, na comparação com os 1.664 modelos vendidos em 2011.

“Mesmo com o cenário difícil pelo qual passou o segmento de caminhões, tendo a demanda impactada pela mudança na tecnologia de motorização Euro III para Euro V, o Banco Mercedes-Benz manteve seu compromisso em prestar serviços de qualidade, investindo na contratação de profissionais qualificados, melhorias de processos e na implantação de núcleos exclusivos para áreas chave em que atuamos. Tal iniciativa resultou em mais um ano com balanço positivo em novos negócios. Em 2013, continuaremos mantendo nossa política de investimentos, atentos às oportunidades que surgirão nos segmentos de automóveis e vans da marca”, afirma Bernd Barth, presidente e CEO do Banco Mercedes-Benz.

No volume de novos negócios, a instituição financeira acumulou nova marca histórica. Com R$ 3,5 bilhões liberados ao mercado para realização de novas operações, o Banco Mercedes-Benz alcançou, no período de janeiro a dezembro de 2012, o seu segundo melhor desempenho em toda a história em mais de 16 anos de atuação no País. O resultado de 2012 somado ao montante atingido em 2011, com R$ 4 bilhões (ano que foi impulsionado pelo ótimo momento da indústria nacional), gerou um biênio recorde, com R$ 7,5 bilhões em novos negócios.

O executivo também destaca que, no fim do ano passado, o Banco fechou a operação para captação de R$ 200 milhões, por meio de uma emissão de Letras Financeiras, a fim de impulsionar o processo de diversificação de funding. De acordo com Barth, a instituição se coloca à frente das necessidades de todo o setor, ainda mais com as perspectivas de uma forte retomada na demanda por caminhões e ônibus, que poderá ser acompanhada ao longo de 2013.

“Nossa estratégia é pautada no fortalecimento dos novos negócios em todos os segmentos de atuação, ligado à eficiência operacional e foco no atendimento das necessidades de nossos Concessionários e Clientes. Neste ano, o Banco manterá o apoio consistente para comercialização de produtos da marca, buscando incrementar os negócios da Fábrica e da Rede de Concessionários”, projeta o presidente.

(LT)

Foto: Divulgação