Borracha de dente-de-leão é usada em pneus de carga da Continental

A Continental Pneus está lançando uma novidade com borracha de dente-de-leão para sua linha comercial de caminhões e ônibus, é o modelo Conti Eco Plus HD3.

940x529_dente-de-leao-pneu-continental

O Conti Eco Plus HD3 utiliza a tecnologia Taraxagum, nome derivado da definição botânica da planta dente-de-leão, e é o primeiro protótipo produzido a partir da matéria-prima da planta.

Há cinco anos, a Continental começou a trabalhar no desenvolvimento do Taraxagum. O dente-de-leão russo pode ser  produzido em maiores quantidades por hectare do que a tradicional borracha “hevea brasiliensis”, derivada das árvores tropicais.

A empresa alemã também desenvolveu novos processos e métodos produtivos para obter a borracha para emprego não apenas na fabricação de pneus, mas também de outros produtos a partir da seiva de látex da raiz da planta.

O primeiro pneu com banda de rodagem a partir da borracha do dente-de-leão foi apresentado em 2014 e, no mesmo ano, a empresa começou a trabalhar para produzir pneus para veículos comerciais, que necessitam de um volume de borracha natural muito maior.

Os testes de desempenho com os pneus comerciais utilizando Taraxagum™ conduzidos pela companhia vêm se mostrando promissores e a nova borracha de dente-de-leão deve entrar em produção em larga escala nos próximos cinco a dez anos.

O cultivo do dente-de-leão tem potencial para se tornar uma fonte alternativa e ambientalmente amigável, ajudando a reduzir a dependência pela borracha natural tradicional.