BR-101 (PE) tem obras de duplicação em ritmo acelerado

BR-101
BR-101 (PE)

A rodovia BR-101 passa por duplicação entre a cidade de Catende (PE) e a divisa com o estado de Alagoas e, de acordo com o consórcio Torc- Convap-SD, encarregado da obra, os trabalhos estão em ritmo acelerado.

No momento, a BR-101 passa por serviços de drenagem e terraplanagem das obras de arte especiais.

Ao todo são oito obras de arte especiais e todas estão em andamento. São elas: ponte sobre o Riacho Santo Antônio, viaduto sobre a rodovia PE 099 (cidade de Xexéu), viaduto sobre a estrada carroçável, ponte sobre o Riacho Mirim, viaduto sobre a antiga linha férrea e ponte sobre o Rio Jacuípe.

A rodovia beneficia a região da Mata Sul, que abrange 24 municípios e mais de 700 mil habitantes do estado de Pernambuco. Os municípios são: Água Preta, Amajari, Barreiros, Belém de Maria, Catende, Chã Grande, Cortes, Escada, Gameleira, Jaqueira, Joaquim Nabuco, Maraial, Palmares, Pombos, Primavera, Quipap, Ribeirão, Rio Formoso, São Benedito do Sul, Sirinhaém, São José da Coroa Grande, Tamandaré, Vitória de Santo Antão e Xexéu. A principal atividade econômica da região, como em toda a Zona da Mata do estado, é a canavieira.

A rodovia BR-101 é a principal via de interligação do Nordeste brasileiro, sendo de suma importância para o escoamento da produção industrial e agropecuária. Segundo informações da Superintendência Regional do DNIT em Pernambuco, a estimativa de tráfego para este ano no trecho em obras, é de 7.500 veículos por dia. Ao todo são 25 quilômetros de obras no lote, orçado no valor de 205,9 milhões de reais.