BR-163/MT ganha campanha Safra Segura “de olho” na super safra da soja

A ação é realizada pela Rota do Oeste em parceria com a PRF e contará com ações educativas em Cuiabá e Rondonópolis

Um plano especial focado na segurança dos usuários da BR-163 tem início nesta segunda-feira (13) com o lançamento da campanha Safra Segura, realizado pela Rota do Oeste em parceria com a Polícia Rodoviária Federal (PRF).

As ações ocorrerão durante todo o período de escoamento da safra de soja, prevista para ser a maior já registrada em Mato Grosso. Estimativa da Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Mato Grosso (Famato) aponta que o estado produzirá 30,5 milhões de toneladas do grão, o que seria a maior safra da história.safra-segura-2017

Como principal corredor de escoamento da soja mato-grossense, a BR-163 deve contar com um aumento de tráfego em torno de 20%, o que representa cerca de 11 mil veículos de carga a mais por dia circulando na rodovia.

Com várias frentes de atuação, a Rota do Oeste busca alertar a população para esta mudança repentina de característica e diminuir o número de acidentes.

O setor de Sustentabilidade da Concessionária e a PRF realizarão atividades educacionais para caminhoneiros em Cuiabá e Rondonópolis.

Na capital, as ações ocorrerão de 13 a 16 de fevereiro, no Posto Aldo Locatelli. No interior, o evento será de 20 a 23 de fevereiro, no Posto Aldo Locatelli.

Direção defensiva e serviços

A expectativa é atender cerca de 500 caminhoneiros no período da noite, quando serão realizadas palestras pela PRF sobre direção defensiva, segurança na rodovia, alcoolismo e consumo de drogas.

Em Cuiabá, a Secretaria Municipal de Saúde apresentará uma palestra sobre a importância de prevenir-se contra doenças sexualmente transmissíveis. Os caminhoneiros contarão ainda com serviços de massagem e corte de cabelo.

O superintendente da PRF, Arthur Nogueira, destaca que o trabalho de conscientização promovido durante o Safra Segura vem para reforçar as ações da PRF, que busca conscientizar diariamente os motoristas, especialmente os de veículos de cargas.

“Nesse período em que a BR-163 e BR-364 estão mais movimentadas é importante reforçar sobre a importância de não beber e dirigir, bem como destacar que as ultrapassagens são mais arriscadas em decorrência das extensas filas de veículos. Qualquer erro pode levar a colisões frontais, laterais e traseiras”, explica Nogueira.

Fonte: Rota do Oeste