Caminhoneiros protestam contra preço do combustível nas BRs 040 e 381

Por volta das 10h, os caminhoneiros impediram a passagem de todos os tipos de veículos na BR-381 em João Monlevade, na altura do km 361, segundo a PRF

Caminhoneiros protestam em rodovias (Foto: Divulgação/PRF)

Caminhoneiros fazem protestos em rodovias federais que cortam Minas Gerais, desde a madrugada desta segunda-feira (14) . De acordo com a Polícia Rodoviária federal (PRF), eles se concentram na BR-381, em João Monlevade, e na BR-040, em Conselheiro Lafaiete e Congonhas, na Região Central do estado. De acordo a Via 040, no trecho de concessão dela, o ato é contra o custo do diesel.

Nos locais, somente veículos de carga aderiram ao movimento, ocupando acostamento e as margens das rodovias. O trânsito ficou livre para carros de passeio, coletivos e veículos especiais.

Desde as 2h15, o policiamento monitorava os protestos. Horas depois, a mobilização foi encerrada no trecho em Conselheiro Lafaiete, altura do km 627 da BR-040.

Em Congonhas, na BR-040, a manifestação impedia passagem de veículos de carga por volta das 9h30. De acordo com a concessionária, motoristas enfrentavam congestionamento de aproximadamente 1 km nos dois sentidos.

Por volta das 10h, os caminhoneiros impediram a passagem de todos os tipos de veículos na BR-381 em João Monlevade, na altura do km 361, segundo a PRF.

Não há informações sobre uma liderança nas manifestações. De acordo com o Movimento União Brasil Caminhoneiro – composto por associações, sindicatos, federações e cooperativas nacionais dos trabalhadores – os protestos são iniciativas espontâneas dos caminhoneiros e não foram convocados por entidade sindical.

O presidente Nélio Botelho informou que apoia a reivindicação da categoria, que não está conseguindo arcar com os custos do óleo diesel. Segundo ele, o último aumento significativo ocorreu no início do mês, com um percentual médio de 8%.

Com informações do G1 e do Estado de Minas