Chuvas causam desabamento de rodovia

É o segundo caso de desabamento de rodovia em um mês

Chuvas causam desabamento de rodovia (Foto: Divulgação)

As chuvas intensas que atingem o Tocantins desde o começo de abril causaram o desabamento da TO-335, entre Colinas do Tocantins e Palmeirante, na região norte do estado.

É o segundo caso de uma rodovia destruída pela força da água em um mês. A TO-080, entre Divinópolis e Marianópolis, está interditada desde o dia 9 de março, quando um ribeirão transbordou.

A Polícia Militar interditou o trecho que desabou na segunda-feira (9). Segundo a Agência Tocantinense de Obras (Ageto), o ponto do desabamento fica na altura do córrego Cunhã, a cerca de 50 km de Colinas, próximo ao povoado São Pedro.

O desvio é através das rodovias TO-222, BR-153 e TO-010. São cerca de 200 km a mais para quem precisa ir de uma cidade para a outra.

O vereador de Palmeirante Adiel Leal (PRB) informou que é a segunda vez que há um rompimento no mesmo ponto. Os mais afetados devem ser estudantes que moram em Palmeirante e têm aulas em faculdades de Colinas. Equipes da Ageto estão indo para o local sinalizar o problema e fazer uma avaliação dos danos.

Com informações do G1