Caminhão na rodovia Régis Bittencourt trafegava com a carga de cigarros, sentido Registro (SP). Apreensão foi a maior dos últimos dois anos, de acordo com a PRF.

Uma carga com 1.400 caixas contendo 700 mil maços de cigarros vindos do Paraguai, foi confiscada, na última segunda-feira (15), na rodovia Régis Bittencourt (BR-116), em Registro, cidade do interior de São Paulo. Um homem foi preso em flagrante. De acordo com a PRF, essa foi a maior apreensão deste tipo de produtos nos últimos dois anos no Vale do Ribeira.

O caminhão tinha placas da cidade Jaboatão dos Guararapes, em Pernambuco, e o semirreboque baú tinha placadas de Curitiba (PR). Ao ser questionado pelas autoridades sobre a carga, o condutor informou inicialmente que levava uma mudança para São Paulo. A princípio, foram encontrados alguns móveis no baú, porém, ao verificarem mais a fundo, foi constatado que 95% das caixas guardavam cigarros produzidos no Paraguai.

Além dos produtos contrabandeados, a PRF encontrou uma placa de Santa Cruz (RN) escondida no veículo. Segundo os policiais presentes na apreensão, tratava-se da placa verdadeira do semirreboque e que estaria sendo trocada pelo motorista ao longo da viagem, com a intenção de dificultar a identificação dos agentes rodoviários.

De acordo com o motorista, o caminhão foi carregado em Cascavel, no Paraná, com destino a cidade de São Paulo. A PRF ainda estipulou que toda a carga seria comercializada por cerca de R$ 2,45 milhões.

Fonte: G1.