Com aumento nas taxas, Finame/PSI só financiará 50% do valor do caminhão

O Finame/PSI (Programa de Sustentação do Investimento) será mantido em 2015. No entanto, as taxas tiveram elevação de até 3%. A informação é do próprio BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social), que confirmou no último dia 23 a prorrogação do programa até 31 de dezembro de 2015.

Apesar da elevação, as taxas seguem competitivas em relação ao que é praticado no mercado. Durante 2014, elas variavam de 4% a 8% ao ano. Em 2015, as taxas passarão a variar de 6,5% a 11% ao ano.

Já uma outra mudança não é nada agradável: as empresas que forem utilizar a linha de crédito só poderão financiar 50% do valor do caminhão. Para elas, os juros passam de 6% para 10% ao ano. Já os pequenas e médias empresas poderão financiar até 70%, com juros de 9,5%.

Outro programa importante teve alteração: o Procaminhoneiro. Agora os motoristas autônomos poderão financiar 70% do bem. Neste caso, a taxa sai de 6% para 9% ao ano. Os prazos continuam o mesmo para todos os programas, de 120 meses.