Saiba qual concessionária venceu o leilão para administrar a BR-135, em Minas Gerais

Concessão envolve os trechos da BR-135, MG-231 e LMG-754

EcoRodovias vence o leilão para administrar a BR-135, em Minas Gerais (Foto: Divulgação/CNT)

A concessão do lote rodoviário de trechos da BR-135, MG-231 e LMG-754, em um total de 363,95 quilômetros (Km) ficou com a EcoRodovias. A empresa se classificou em primeiro lugar na concorrência para exploração por 30 anos de um lote de rodovias na região de Montes Claros (MG). A concessionária fez uma oferta pela outorga de R$ 2,06 bilhões, em licitação aberta na terça-feira (6) no estado de Minas Gerais.

- Publicidade -

A outorga da concessão será paga ao governo de Minas Gerais em 348 parcelas mensais no valor de R$ 5,9 milhões, com reajuste pelo IPCA a partir do segundo ano de vigência da concessão, informou a empresa em comunicado.

Veja também: Minas Gerais – 43 km concentram 1.071 acidentes

A EcoRodovias ofereceu quase o dobro do ofertado pelo segundo colocado no leilão, o consórcio Minas Itália, formado pelas construtoras Vilasa, Contorno e Preart, pelo fundo de investimento Titan Venture e pela Concremat, cujo valor foi de R$ 1,201 bilhão. O critério da licitação foi o de maior oferta pela outorga da concessão, sem que um valor mínimo fosse estipulado.

“A aquisição desse ativo é consistente com a estratégia do Grupo EcoRodovias de focar nos ativos de concessões rodoviárias e alongar o prazo de duração do seu portfólio”, informou a empresa, que já havia anunciado no dia 1 a compra, por R$ 600 milhões, de 100% da Concessionária de Rodovias Minas Gerais, trecho de 437 Km de estradas nos estados de Goiás e Minas Gerais.

Com informações da Agência Brasil

- Publicidade -