Concessionárias retiram 525 toneladas de lixo das rodovias em 2017

Na comparação com 2016, as concessionárias registram queda de 5,6% dos resíduos coletados

Concessionárias retiram 525 toneladas de lixo das rodovias em 2017 (Foto: Pixabay)

Em 2017, a CCR ViaOeste recolheu cerca de 396 toneladas de resíduos do Sistema Castello-Raposo. A CCR RodoAnel, no mesmo período, retirou 129 toneladas de lixo do Trecho Oeste do RodoAnel. Todo o trabalho de limpeza e conservação dos trechos é fiscalizado pela ARTESP (Agência de Transporte do Estado de São Paulo).

- Publicidade -

Segundo Egle Humphreys, gestora do Sistema de Gestão Integrada da CCR ViaOeste e CCR RodoAnel, a maior parte destes resíduos é gerada pelos usuários em viagem, que atiram objetos pelas janelas, ou por comunidades próximas das rodovias que descartam entulho e objetos de grande porte – como móveis e até mesmo eletrodomésticos – na faixa de domínio. “A falta de manutenção dos veículos também pode gerar resíduos, como as ressolagens, que são as tiras dos pneus que estouram e acabam indo parar no meio da rodovia”, alerta a gestora.

Veja também: Quais as 10 melhores ligações rodoviárias do Brasil?

Como parte do trabalho de conservação da rodovia, equipes especializadas monitoram e fazem a limpeza diariamente do Sistema Castello-Raposo e Trecho Oeste do RodoAnel. Segundo Egle, o trabalho de conscientização também é constante para orientar os motoristas sobre as melhores práticas de descarte. Na comparação com 2016, a CCR ViaOeste e CCR RodoAnel registraram, respectivamente, a diminuição de 5,6% e 29%, no total de resíduos recolhidos nas estradas.

A gestora ressalta que as concessionárias possuem um Plano de Gerenciamento de Resíduos Sólidos, atendendo a Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS), e dão a destinação correta aos materiais administrativos e gerados na operação da rodovia. Todo material recolhido é encaminhado para cooperativas de reciclagem e locais de destinação licenciados.

- Publicidade -