Na última segunda-feira (10), o caminhão de uma empresa contratada pela Prefeitura de Dianópolis, região sudeste do estado do Tocantins, foi flagrado descartando lixo hospitalar junto a resíduos orgânicos. A polícia foi chamada ao local após uma denúncia anônima.

Conforme informações passadas pelo delegado Eduardo Nunes, diversos materiais como seringas e caixas de remédios estavam dentro de sacos pretos, que são utilizados para a coleta de lixo comum. Ele argumentou que os resíduos hospitalares devem ser acondicionados em saco plástico da cor branca e descartado em ambiente exclusivo.

O prefeito de Dianópolis, Gleibson Moreira (sem partido), disse que soube do caso e aguarda a justiça notificar o hospital para questionar os motivos de estarem sendo utilizados os sacos pretos.

Ele ainda esclareceu que a prefeitura possui contrato com uma empresa especializada no recolhimento de lixo hospitalar, porém o serviço só é realizado nos postos de saúde. De acordo com o prefeito, o recolhimento no Hospital Regional é de responsabilidade do governo estadual.

O delegado disse que vai investigar o caso para entender se o erro foi proposital ou não. Equipes do Instituto de Natureza do Tocantins (Naturantins) e a Secretaria Municipal de Meio Ambiental foram chamados para analisar os materiais encontrados.

Fonte: G1.