Eaton completa 60 anos no Brasil com expectativa de alta em 2018

Eaton

1957 foi um ano chave para a indústria automobilística no Brasil. Entre as fabricantes de caminhões, Scania e Ford chegaram ao País neste ano. Outra empresa com grande ligação ao mercado de pesados que completa 60 anos em 2017 é a Eaton, que desenvolve soluções para o gerenciamento de energia.

Nesta terça-feira (25) a Eaton abriu as portas das fábricas de Valinhos (SP) e Mogi Mirim (SP) para mostrar um pouco da história destes 60 anos e também os rumos futuros da companhia. “Para nós é um momento especial, não só pelo 60 anos mas pelo momento em que passamos na indústria”, afirmou Antonio Galvão, presidente corporativo da Eaton na América Latina.

Este “momento especial” é fruto dos resultados em pesquisa e desenvolvimento da companhia, que desenvolveu caixas automatizadas para veículos médios e leves que já estão disponíveis no mercado em veículos Ford, Iveco, Mercedes-Benz e, em breve, MAN Latin America. Além disso a companhia vê um movimento de crescimento nas vendas de caminhões e carros em 2018.

“Os números pararam de cair. A gente acha que 2017 fecha no mesmo nível de 2016 e ano que vem já começa a crescer desde o início do ano”, revelou Amaury Rossi, diretor de negócios de transmissões e embreagens. A Eaton avalia que em 2018 as vendas terão um crescimento de 13% para caminhões e ônibus e de 10% em veículos de passeio.

A história

A primeira planta da Eaton no Brasil foi em São José dos Campos (SP). Já a planta de Valinhos (SP) foi inaugurada em 59 e no ano seguinte começaram as atividades em Santo André (SP), unidade fabril que foi reintegrada a Valinhos em 1997.

Nos ano 2000 tiveram início os trabalhos em Mogi Mirim (SP), planta que hoje é reconhecida como Planta Modelo da Eaton no mundo.

Entre os Marcos de produção está o ano de 1977, quando teve início a produção da transmissão RT (duplo contra eixo). Em 90 veio o lançamento da primeira transmissão 100% brasileira. Em 2016 veio a comercialização da primeira transmissão automatizada desenvolvida e produzida no Brasil.