Etiquetagem sem estresse: Continental educa sobre nova norma na Fenatran 2015

Fernando Peruzzo, coordenador de desenvolvimento de produtos comerciais da Continental Pneus
Fernando Peruzzo, coordenador de desenvolvimento de produtos comerciais da Continental Pneus

A partir de outubro de 2016, todos os pneus fabricados no Brasil e importados deverão receber a Etiqueta Nacional de Conservação de Energia (ENCE). A medida é iniciativa do Programa Brasileiro de Etiquetagem de Pneus, coordenado pelo Inmetro. Durante a Fenatran 2015, a Continental expôs em seu estande, de maneira educativa, o funcionamento da nova etiqueta.

app-labels-intro-sx

Com notas de A a G, a etiquetagem informará ao comprador a eficiência do pneu em relação à eficiência energética, que mede a economia de combustível, e a aderência ao piso molhado, um item de segurança. Também será medido o ruído externo do pneu, em decibéis.

“A etiqueta funciona como a que estamos acostumados a ver em eletrodomésticos”, explica Fernando Peruzzo, coordenador de desenvolvimento de produtos comerciais da Continental Pneus. “Se o pneu tiver uma nota abaixo de G ele não poderá ser vendido no Brasil”, completa.

Além destes itens, a Continental prepara um complemento às informações do Inmetro, focando a busca por maior rentabilidade dos transportadores do Brasil. “Quilometragem, Recapabilidade, Regularidade de Desgaste, Resistência ao Picotamento, Tratividade, Dirigibilidade e Aderência e Robustez da Carcaça. Essas são outras vozes que nós vimos que é importante para o frotista”, afirma Peruzzo.