Presidente incentivou que os caminhoneiros peçam a liberação do porte de armas de fogo.

De surpresa, e sem estar em sua agenda oficial, o presidente Jair Bolsonaro almoçou hoje (31) com um grupo de caminhoneiro em Anápolis (GO).

Defendendo o porte de armas, Bolsonaro afirmou que, quanto mais armas de fogo em circulação, menor será a violência nas estradas brasileiras. A resposta aconteceu após os caminhoneiros relatarem a falta de infraestrutura nas rodovias.

O encontro, que aconteceu em um posto chamado “Presidente posto e churrascaria – um amigo na estrada”, de acordo com a sua assessoria de imprensa, foi feita de forma aleatória. Ainda assim, ao deixar o local, o presidente afirmou que fez um levantamento sobre a presença de caminhoneiros na região.

Fonte: Folha de S. Paulo.