Foton Aumark fará seu lançamento oficial na Fenatran 2011

por Fábio Rogério
da Redação do Portal

A Fenatran será a grande vitrine para a apresentação da marca Foton Aumark ao mercado brasileiro de caminhões. Em entrevista ao Portal Brasil Caminhoneiro, o presidente da empresa, Luiz Carlos Mendonça de Barros, fala dos planos de expansão de concessionárias, dos diferenciais de sua marca e de como será o pós-venda aos clientes. Confira:

Em que data a empresa começou a operar em definitivo no Brasil?
A Foton será lançada em outubro de 2011, durante a Fenatran, já comercializando uma quantidade limitada de caminhões, e nosso projeto é iniciar em janeiro de 2012 as operações em definitivo.

Qual o diferencial da Foton em relação aos seus concorrentes?
Nosso produto é composto por peças fabricadas por fornecedores como ZF, Eaton e Cummins.  Os caminhões da Foton serão equipados com ABS, ar condicionado, vidros e travas elétricas e motores Cummins. Teremos um programa de pós-venda diferenciado com custos reduzidos, além de três anos de garantia.

O senhor acredita que caminhões automatizados serão predominantes no mix de produção da indústria nacional ainda nesta década? Os veículos da Foton são (ou serão) automatizados?
Na linha de comercial leves, não acreditamos nessa tendência a curto prazo, mas com a evolução da tecnologia, no futuro deverá prevalecer. No momento, isso é mais uma realidade para os caminhões mais pesados.

Quais as formas de financiamentos disponíveis para caminhoneiros autônomos e transportadoras?
Basicamente, CDC e Leasing.  Finame apenas a partir dos caminhões de 9 toneladas.

Hoje, quantas concessionárias a empresa tem no Brasil? Onde elas estão?
Temos três em construção, que serão em breve anunciadas com previsão de inauguração em janeiro de 2012.

Uma questão que sempre envolve debates sobre fabricantes estrangeiras é o serviço de pós-venda. Como a Foton está trabalhando essa questão? Já existem parcerias com Centros de Distribuição brasileiros?
A Cummins Brasil disponibilizará toda a sua rede a nível nacional. A Foton irá manter um estoque duas vezes maior que o recomendando, e irá criar um sistema diferenciado de atendimento, de forma que o cliente não fique esperando para ter seu caminhão rodando.

O que a Foton apresentará na Fenatran 2011? Haverá alguma surpresa como um novo veículo ou serviço a ser revelado só na feira?
A Foton apresentará seus produtos e sua política de serviços como diferenciais na feira.

A empresa acredita que haverá em 2012 uma retração nas vendas de veículos comerciais em função dos aumentos de preço por conta da nova motorização Euro 5?
Certamente no primeiro semestre. E nesse momento, a Foton poderá ajudar, pois terá preços adequados. Só deverá comprar caminhão quem precisar para novos negócios. Já o mercado de renovação certamente irá aguardar uma definição melhor dos patamares de preço.

Quais serão as metas de produção, vendas, expansão da rede de concessionários em seu primeiro “ano cheio” (2012) no Brasil? Todos os produtos já virão equipados para atender o Proconve 7? Por conta do Euro 5, os caminhões da Foton ficarão mais caros no ano que vem em relação a 2011?
As unidades de 6 e 9 toneladas virão para atender o P7, e a unidade de 3,5 toneladas virá para atender o P6 – uma vez que se trata de camioneta, o P7 se faz necessário apenas em 2013. Nossos planos são de abrir 10 concessionárias em 2012, e 80 até 2015, quando iniciaremos a produção local.  Os preços terão um aumento muito pequeno, uma vez que já atende o P6, e a variação em P6 e P7 é mínima. A Foton já tem seu preço para P7, e não terá aumento expressivo. Certamente, seremos uma opção para pronta entrega e preço competitivo. Quem deverá aumentar bastante os preços são os produtos que hoje são P5, pois a mudança é muito grande.

Foto: Divulgação