Ações conscientizam sobre formas de identificar e denunciar os casos suspeitos.

Dia 18 de maio é lembrado como o Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes. Para reforçar a importância da data, o Instituto CCR e a CCR NovaDutra apoiam a iniciativa, com a veiculação de spots até o final do mês na programação da CCRFM 107,5 e de mensagens sobre o tema nos painéis de mensagens variáveis (PMVs), além de destacar o Disque 100, um serviço de utilidade pública da Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República. Por meio desse canal é possível denunciar os casos suspeitos de forma sigilosa.

“O objetivo com a campanha é engajar os usuários dos serviços prestados pelas concessionárias e os internautas que acessam nossas páginas e redes sociais nessa luta pela proteção das crianças e dos adolescentes. Para isso, reforçamos as informações sobre prevenção e sobre fiscalização, divulgando principalmente o canal de denúncia Disque 100”, ressalta Marina Mattaraia, diretora do Instituto CCR.

Saiba como denunciar

É possível denunciar qualquer suspeita de abuso ou exploração sexual infantil discando 100, o Disque Direitos Humanos, que funciona 24 horas diariamente, incluindo sábados, domingos e feriados. As ligações, que são gratuitas, podem ser feitas de qualquer terminal telefônico fixo ou móvel, bastando discar 100 não havendo necessidade de identificação. Também é possível denunciar por meio do aplicativo Projeta Brasil, que funciona em celulares e tablets, com tecnologia iOS e Android.

Além disso, pode-se procurar o Conselho Tutelar regional e delegacias comuns ou especializada em crimes contra a criança e o adolescente. Em casos de emergência, a denúncia também pode ser feita para a Polícia Militar pelo telefone 190 ou para a Polícia Rodoviária Federal pelo telefone 191.