Internet é essencial para 19,5% dos caminhoneiros nos pontos de parada, revela pesquisa

940x529_caminhoneiro_smartphone_Sontra
Segundo o estudo, 42,1% dos caminhoneiros brasileiros usam o celular para buscar cargas (Foto: Alisson Valentim)

A procura por wi-fi chegou às estradas. Pesquisa realizada pela Sontra Cargo sobre o perfil dos caminhoneiros revelou que para 19,5% deles a internet é uma das principais necessidades nos pontos de parada, atrás de banheiro com ducha (89,1%), alimentação (61,7%), estacionamento (49,9%), segurança (27,1%) e serviços mecânicos (22,3%).

610x300_dados_pesquisa_Sontra

O levantamento também mostrou que a necessidade por internet está relacionada a um crescimento dos smartphones entre os estradeiros: 71,8% dos caminhoneiros possuem aparelhos móveis com acesso à internet, e 62,1% afirmam acessar diariamente a rede.

Veja também: 17 aplicativos que são uma mão na roda para o camihoneiro

320x568_sontra_iphone5
Aplicativo exibe origem e destino do frete no mapa

O uso da internet móvel modificou o jeito como as pessoas se relacionam, consomem e ganham dinheiro, e com os caminhoneiros não foi diferente. Isso demostra a importância que a internet vem ganhando na categoria e o crescimento do meio, principalmente com planos e pacotes mais acessíveis”, afirma Bruno Moreira, diretor de marketing da Sontra Cargo.

Segundo o estudo, 42,1% dos caminhoneiros usam o celular para buscar cargas, enquanto que 25,8% para interagir nas redes sociais; outros 24,3% querem acompanhar as notícias, e somente 5,4% buscam entretenimento. “A internet proporcionou que o caminhoneiro seja capaz de procurar e negociar um preço justo para voltar com outro frete até a região de que saiu, potencializando os ganhos”, diz Moreira.

Frequência e meio de acesso

A pesquisa também indicou os principais meios eletrônicos de acesso à internet entre os caminhoneiros: computador pessoal (30,3%), notebook (45,5%), smartphone (71,8%), tablet (15,5%) e outros (7,4%).

Após esses apontamento, os profissionais precisavam responder a pergunta: “Com qual frequência por dia você acessa a internet?”. As opções eram: nunca; raramente; eventualmente e frequentemente. A pesquisa ouviu 1.747 caminhoneiros.

Fonte: Sontra Cargo