Iveco-De Rooy chega nos três primeiros lugares da 9ª etapa do Rali Dakar

por Fábio Rogério
da Redação do Portal

A 9ª etapa do Rali Dakar terminou ontem com a equipe Iveco-De Rooy marcando presença nos três primeiros lugares. O italiano Miki Biasion foi o vencedor, ficando 20 segundos à frente de Hans Stacey e a 54 segundos em relação a Gerard De Rooy. Na classificação geral, De Rooy tem agora uma vantagem de 47h32min00s sobre o rival mais próximo, o “fogo amigo” Hans Stacey. A equipe brasileira Petrobras Lubrax conseguiu o sexto lugar.

Principal rival de De Rooy, o piloto tcheco Ales Loprais (caminhão Tatra) deu trabalho ao holandês na primeira metade da especial, mas sofreu um acidente no final desta parte da prova e teve que abandonar a etapa.

Bom desempenho garantiu o sexto lugar da Petrobras Lubrax

“A primeira parte foi muito difícil, tivemos uma boa luta com Ales. Mas ele cometeu um erro em uma parte da navegação e eu consegui ultrapassá-lo. Eu não sei como o Loprais está, mas ouvi que o caminhão já era. Estou triste por ele. Ontem e hoje estávamos lutando ferozmente. Mas a vida é assim”, falou Gerard De Rooy.

Petrobras Lubrax: Só na bússola

O trio André Azevedo/Maykel Justo/Mira Martinec fez o sexto lugar no dia e subiu para a décima posição na classificação geral acumulada. “Na metade da etapa o nosso GPS ficou louco. Ele simplesmente parou de dar as referências e tive que usar a bússola mesmo. Fiquei bem tenso, pois qualquer pequeno erro seria fatal. Tive que manter a concentração e ficar de olho na pista, no hodômetro e também confiar no instinto”, contou o navegador Maykel Justo.

Areia fofa foi um desafio para caminhões como o 548 do francês Besnard Sylvain, um Mercedes-Benz Actros com tração 6x6

“Parecia que andávamos na Lua por conta das crateras no solo e da coloração da pista. Só no final do dia pegamos as dunas e a última delas até deu um frio na barriga para descer, de tão íngreme”, ressaltou o piloto André Azevedo.

Próxima etapa

Nesta quarta-feira, a 10ª será entre as cidades de Iquique e Arica, ambas no Chile. O deslocamento será de 317 quilômetros e a Especial de 377 quilômetros.

Classificação Geral dos Caminhões

1º De Rooy/Rodewald/Colsoul (Iveco): 28h43min59s

2º Stacey/Van Goor/Der Kineren (Iveco): 29h31min31s

3º Ardavichus/Kuzmich/Turlubaev (Kamaz): 29h50min39s

10º André Azevedo/Maykel Justo/Mira Martinec (Tatra): 33h46min18s

Fotos: Caminhões Iveco e Mercedes – Eric Vargiolu/DPPI; Caminhão Petrobras Lubrax – Maindru/Divulgação