Linha Economia Verde: um incentivo da Nossa Caixa Desenvolvimento para facilitar financiamentos

Depois de instaurada as novas normas ambientais que pretendem reduzir emissão dos gases de efeito estufa para veículos leves e pesados, a Agência de Fomento Paulista / Nossa Caixa Desenvolvimento criou a Linha Economia Verde. A nova maneira de financiamento com foco nos conceitos de sustentabilidade do Governo do Estado de São Paulo incentiva as empresas da cidade de São Paulo a se adaptarem às novas regras.

Lançada no 1º Seminário Economia Verde, em março de 2009, a linha tem taxa de juros de 0,49% ao mês, corrigido pelo IPC-FIPE, e prazo de ate 10 anos para pagamento, com até dois anos de carência e financiamento de até 100% do projeto.

Substituição ou adaptação de combustíveis, como diesel por biodiesel, gasolina por etanol, óleo por gás natural e a instalação de biodigestores para tratamento de resíduos que realizem o aproveitamento energético para a Agroindústria, recomposição de matas com espécies nativas, saneamento, tratamento e aproveitamento de resíduos são alguns dos pontos que este tipo de financiamento engloba.

No caso de projetos de renovação de frotas, o empresário deve comprovar, por meio de inventários trimestrais, a redução de emissões de poluentes ao meio ambiente.

Segundo o presidente da Agência de Fomento Paulista, Milton Luiz de Melo Santos, “Ao se comprometer em reduzir a emissão de gases de efeito estufa, a empresa poderá tomar crédito a juros menores e por um período mais longo. Queremos preparar o Estado para uma sociedade mais moderna, preocupada com meio ambiente, além de incentivar novas tecnologias”.

Foto: Ilustração