MAN Latin America leva tecnologia de veículo híbrido para Congresso SAE 2013

De 7 a 9 de outubro, a MAN Latin America participa do 22º Congresso e Mostra Internacionais SAE Brasil de Tecnologia da Mobilidade. O maior fórum do segmento na América do Sul, promovido pela Sociedade de Engenheiros Automotivos (SAE Brasil), espera receber mais de 13 mil visitantes, entre associados e profissionais da indústria automotiva.

Sob o tema “A Qualificação da Engenharia Brasileira na Busca por Soluções Inovadoras”, a montadora dos veículos comerciais Volkswagen e MAN apresentará em seu estande o kit híbrido hidráulico, sistema adotado no protótipo VW Constellation 17.280 6×2 Híbrido que armazena em acumuladores hidráulicos a energia coletada durante a frenagem, usando-a posteriormente na partida. O mesmo conceito de recuperação da energia cinética (KERS) é utilizado em carros da Fórmula 1.

A programação conta com simulações de resgate de acidentes de trânsito, como parte do Painel “Segurança Veicular” do congresso. O objetivo do tema é mostrar o passo a passo do salvamento de vítimas e ressaltar o quanto o desenho do veículo facilita no resgate. A grande novidade para esse ano é a presença do caminhão Volkswagen Constellation 17.330 nas apresentações, em que os bombeiros treinados utilizarão ferramentas específicas para simular o resgate.

No painel sobre “Os avanços do desenvolvimento de soluções locais inovadoras”, Francisco Cabral, executivo da Engenharia de Conceituação da MAN, apresentará o case do ônibus desenvolvido para o programa Caminho da Escola, referência na aplicação rural escolar que transformou a MAN Latin America na empresa com o maior número de ônibus que transportam crianças e adolescentes pela zona rural brasileira, com mais de 12 mil unidades já entregues em todo o país.

Primeiro caminhão híbrido a operar na coleta de lixo no Brasil

Em junho, a MAN Latin America em parceria com a Companhia Municipal de Limpeza Urbana (Comlurb) colocou em teste, nas ruas do Rio de Janeiro, o primeiro caminhão híbrido a operar na coleta de lixo no Brasil. A partir do consumo menor de combustível, o caminhão híbrido ajuda a reduzir os níveis de emissão dos principais poluentes veiculares causadores do efeito estufa, como gás carbônico, e os que contribuem para degradação da qualidade do ar como, material particulado, óxido de nitrogênio, entre outros.

O grande diferencial do híbrido da MAN Latin America em relação aos modelos que existem mundo afora está no dispositivo de armazenagem de energia utilizado nesse veículo. Os outros sistemas utilizam baterias ou ultracapacitores, mas a empresa optou pelos acumuladores hidráulicos pela maior adequação à realidade brasileira.

O principal benefício está na manutenção e operação mais simples do sistema, cuja durabilidade é maior do que a da bateria, por exemplo. A empresa também prevê um menor investimento inicial para aquisição do modelo do que os observados mundialmente em híbridos elétricos. O acumulador hidráulico tem ainda uma capacidade de resposta mais rápida, ou seja, disponibiliza toda a energia armazenada para partida do veículo instantaneamente.