MAN Latin America realiza teste de cheiro em caminhões

A MAN tornou-se a primeira montadora do Brasil a realizar teste de odor nos componentes internos das cabines dos caminhões. O objetivo é evitar possíveis danos à saúde do motorista, como alergias e irritações, identificando odores em peças para que o fornecedor seja acionado e o problema eliminado.

Os testes são realizados em todas as cabines dos caminhões Volkswagen na fábrica de Resende (RJ). Para o resultado mais assertivo, os produtos são expostos a um calor excessivo para acentuar qualquer tipo de odor interno.

Para cuidar dos testes, a montadora mantém uma equipe composta por três colaboradores. Membros da equipe entram no veículo e permanecem por 50 segundos, tempo necessário para identificar qualquer tipo de anormalidade. Um dos responsáveis é Marcos de Oliveira, que tem deficiência auditiva, e conseguiu desenvolver um olfato aguçado para este trabalho. “A incessante busca pelo aprendizado me fez crescer profissionalmente e ser reconhecido pelo trabalho que realizado na empresa”, comenta o técnico químico da Qualidade Assegurada da MAN Latin America.

Todos os componentes internos da cabine são avaliados, principalmente aqueles que podem reagir quimicamente diante da exposição excessiva ao sol, como plásticos, couro e borrachas, e gerar odor incomodante.

Os testes acontecem de duas formas: na cabine como um todo, considerando todos os materiais; ou em peças específicas, que são analisadas em estufa no laboratório, localizado dentro da fábrica de Resende. As amostras ficam submetidas a uma temperatura de 80ºC por aproximadamente duas horas para depois passar pelo “nariz” dos inspetores.