Marcopolo tem novo diretor-geral

O Conselho de Administração da Marcopolo, em reunião realizada nesta quinta-feira (25), anunciou a nomeação de Francisco Gomes Neto como diretor-geral da empresa. O executivo assumirá a posição a partir do dia 3 de agosto e sucederá a José Rubens de La Rosa, no cargo desde o ano 2000 e que vai se dedicar a novos projetos pessoais e profissionais. A mudança faz parte do processo de sucessão da companhia, em curso desde 2013.

Francisco Gomes Neto é graduado em Engenharia Elétrica pela UMC-SP, possui especialização em Administração de Empresas pela FGV-SP, MBA em Controladoria, Finanças e Gestão de Riscos pela USP e cursos complementares na Universidade St. John de Nova York e Universidade de Michigan, em Ann Arbor, nos Estados Unidos.

Nos últimos 15 anos, vinha exercendo suas atribuições na Mann Hummel, onde ocupava o cargo de Vice-Presidente Américas. O executivo terá como principais desafios dar continuidade na estratégia de crescimento da companhia nos mercados nos quais atua (nacional e internacional), assim como na consolidação de seu programa de internacionalização.

De acordo com o presidente do Conselho de Administração da Marcopolo, Mauro Bellini, a escolha do novo diretor-geral faz parte do processo sucessório da empresa. “O novo diretor-geral foi escolhido pelo seu perfil, competências e por ter larga experiência internacional, fundamental para a estratégia de atuação global da companhia, além de conhecer o setor automotivo”, explica o executivo.

Uma das maiores fabricantes de ônibus e soluções para o transporte de passageiros do mundo, a Marcopolo alcançou, em 2014, receita líquida consolidada de R$ 3,4 bilhões. Conta com mais de 20 mil colaboradores em operações nos cinco continentes, em países como África do Sul, Argentina, Austrália, China, Colômbia, Egito, Índia, México e Rússia, além de participação na New Flyer, empresa canadense, líder na produção de ônibus urbanos, com fábricas nos Estados Unidos e Canadá.