Mercedes-Benz amplia linha rodoviária com ônibus de 15 metros

O 500 RSDD 8×2 da Mercedes-Benz atende nova legislação que autoriza carroçarias de 15 metros na aplicação rodoviária e pode ser aplicado como ônibus Double Decker e High Decker

Mercedes-BenzA Mercedes-Benz aumentou as opção que oferece ao mercado de ônibus rodoviários. Chega ao mercado o O 500 RSDD 8×2 de 4 eixos para carroçarias de 15 metros de comprimento, indicadas para as configurações Double Decker (ônibus de dois pisos com assentos para passageiros) e High Decker (piso superior com os assentos e piso inferior exclusivo para bagagens). Estes ônibus são especialmente indicados para linhas regulares de médias e longas distâncias, bem como para turismo de luxo.

“Essa versão do O 500 RSDD está totalmente sintonizada com a nova legislação que entrou em vigor no início desse ano, autorizando a utilização de carroçarias de 15 metros em ônibus rodoviários, um metro a mais em relação ao comprimento máximo permitido até agora”, diz Walter Barbosa, diretor de Vendas e Marketing de Ônibus da Mercedes-Benz do Brasil.

“Isso deverá estimular as vendas de ônibus 8×2 com carroçarias Double Decker e High Decker, atendendo a uma demanda das empresas do setor, que ganham mais capacidade para aumentar a oferta de assentos por viagem e oferecer mais conforto e espaço a bordo. Com maior número de assentos, elas podem garantir as gratuidades de passagens previstas em lei, alcançando assim os resultados operacionais esperados”.

O chassi O 500 RSDD 8×2 da Mercedes-Benz, que é oferecido ao mercado para carroçaria de até 14 metros, agora também pode ser implementado com carroçaria de 15 metros, aumentando as opções de escolha para os clientes e assegurando o elevado padrão de conforto e segurança da linha O 500 no transporte rodoviário de passageiros.

“A carroçaria de 15 metros permite maior capacidade de transporte. Na versão Double Decker, por exemplo, são até 52 poltronas do tipo convencional no piso superior e até 16 poltronas do tipo semileito no piso inferior. Além disso, é oferecido maior conforto a bordo, com mais espaço para bagagens, permitindo a oferta de serviços diferenciados, o que aumenta a satisfação dos usuários”, diz Walter. “Na versão High Decker, ganha-se mais volume para transporte de bagagens e encomendas, otimizando o uso do veículo e a rentabilidade do negócio”.

Outra importante vantagem é que a carroçaria Double Decker pode dispensar a necessidade de instalação de elevador para cadeirantes, que podem ser acomodados no piso inferior, dependendo do projeto de cada encarroçador. Isso facilita o embarque e desembarque, com a entrada praticamente em nível com a plataforma ou com a calçada. Em breve, será obrigatório o uso de elevador na carroçaria High Decker.

Águia Branca e Viação Garcia adquirem 12 unidades cada do O 500 RSDD 8×2

A Viação Águia Branca, do Espírito Santo, adquiriu 12 unidades do modelo, que estão sendo implementadas com carroçaria Double Decker. A Viação Garcia, do Paraná, encomendou outras 12 unidades.

Com sede na cidade capixaba de Cariacica, a Viação Águia Branca transporta aproximadamente 11 milhões de passageiros ao ano, atendendo cerca de 700 localidades. São mais de 330 linhas interestaduais e intermunicipais das regiões Sudeste e Nordeste. Os ônibus O 500 RSDD Double Decker interligam, por exemplo, cidades como Vitória, Rio de Janeiro, São Paulo, Porto Seguro e Vitória da Conquista.

A empresa integra o Grupo Águia Branca, um dos maiores conglomerados empresariais do País, com 70 anos de atividades e que atua hoje em todo o Brasil nos serviços de transporte aéreo e rodoviário de passageiros, logística e comércio de veículos.

A frota da Viação Águia Branca é composta por 800 ônibus na alta temporada, 100% da marca Mercedes-Benz. Dentre eles, mais de 600 são ônibus rodoviários RSD 6×2.

Empresa projeta 50% de participação nas vendas de ônibus

A Mercedes-Benz projeta um crescimento na comercialização de chassis rodoviários em 2017. “Somente no primeiro trimestre deste ano já registramos vendas de 450 chassis da linha rodoviária”, diz Walter Barbosa.

“Nossa expectativa é alcançar cerca de 50% de participação do mercado total de ônibus rodoviários neste ano”. De acordo com o executivo, entre os fatores que deverão impulsionar o crescimento nas vendas de ônibus rodoviários destaca-se a nova legislação que autoriza a utilização de carroçarias com até 15 metros de comprimento.