Montadoras planejam “joint venture” para rede de recarga de alta potência na Europa

A “joint venture” visa à implantação de uma rede de recarga de alta potência para veículos elétricos a bateria em rotas de longa distância na Europa

940x529-recarga-veiculos-eletricos-1
O plano das fabricantes é construir cerca de 400 pontos de recarga elétrica ultrarrápida na Europa; rede seria independente das marcas dos veículos

O Grupo BMW, a Daimler AG, a Ford e o Grupo Volkswagen, junto com a Audi e a Porsche, assinaram um memorando de intenções para criar a rede de recarga com maior potência da Europa. O objetivo é a construção rápida de um número considerável de estações de recarga que permita aos motoristas fazerem viagens de longa distância com veículos elétricos.

Este é considerado um passo importante para facilitar a adoção em massa desses veículos no mercado.

Veja também: Brasil tem primeiro caminhão de coleta de lixo 100% elétrico do mundo

Essa rede de recarga ultrarrápida e alta potência, de até 350 kW, será significativamente mais rápida que os sistemas mais potentes existentes hoje. Sua construção está prevista para começar em 2017, com cerca de 400 pontos na Europa.

Até 2020, os consumidores deverão ter acesso a milhares de pontos de recarga de alta potência instalados em estradas e rodovias para viagens de longa distância, o que não é possível hoje para a maioria dos motoristas. A expectativa é evoluir a experiência de recarga e torná-la tão conveniente quanto o reabastecimento nos postos de combustível convencionais.

A rede será baseada no padrão de tecnologia conhecido como Sistema de Carga Combinado (CCS – Combined Charging System). A infraestrutura planejada expande o padrão técnico existente de recarga de veículos elétricos em corrente alternada (CA) e corrente contínua (CC) para um novo nível de capacidade, com recarga rápida em CC de até 350 kW.

Veículos elétricos projetados para operar com essa potência, independentemente da marca, podem ser recarregados em uma fração do tempo que os elétricos atuais. A rede foi criada para atender todos os veículos equipados com sistema CCS e facilitar a sua adoção na Europa.