Motorista é vítima do falso frete em Mato Grosso do Sul

Motorista de Presidente Epitácio (SP) foi vítima do falso frete

Um motorista de 30 anos, morador de Presidente Epitácio (SP), foi vítima do falso frete em Mato Grosso do Sul. Ele ficou refém de bandidos por cerca de 5 horas e teve o caminhão roubado. Nenhum suspeito foi identificado.

De acordo com informações do boletim de ocorrência, o patrão da vítima havia negociado um frete por telefone com uma pessoa na capital sul-mato-grossense e o mandou buscar a carga perto de um posto de combustíveis, no Jardim Colúmbia.

Ao chegar no local, no horário combinado, o motorista recebeu telefonema do mesmo número que o patrão havia tratado o frete, onde o pessoa lhe orientou a seguir até as proximidades de um hotel no bairro Nova Lima para carregar o caminhão.

O motorista foi ao local e enquanto conversava com o suposto contratante, outro homem entrou no caminhão e, armado, o mandou descer. Ele foi então levado pelos suspeitos até um terreno baldio próximo onde já havia um colchão.

Outros suspeitos entraram no caminhão e o roubaram. O motorista ficou cerca de 5 horas refém dos assaltantes, que, segundo relatos da vítima à polícia, falavam muito ao celular e contaram que o veículo seria levado para o Paraguai e que eles iriam para Cuiabá e depois Santo André (SP).

No último telefonema recebido, isso por volta das 23h30 (de MS), os suspeitos mandaram a vítima ficar de cabeça baixa por cerca de 20 minutos. Ao perceber que não havia mais ninguém por perto, o motorista saiu do terreno, pediu ajuda no hotel próximo e ligou para o patrão, o qual chegou no município por volta das 4h.

O caso foi registrado como roubo majorado pelo emprego de arma, pela restrição de liberdade da vítima e pelo concurso de pessoas.

Com informações do G1