Multas por excesso de velocidade passam de 1 milhão em 2010 nas estradas federais

por Fábio Rogério
da Redação do Portal

A cada dois minutos, um motorista foi multado por exceder a velocidade em uma estrada federal no ano passado. Em todo o Brasil, foi registrado 1,2 milhão de flagrantes por excesso de velocidade, seguidos por 277.000 infrações de ultrapassagem em local proibido – principalmente em retas com faixa contínua – nos 12 meses de 2010. Os dados são da Polícia Rodoviária Federal (PRF).

“É a síndrome da pressa. Em geral, o motorista prefere dirigir 20 quilômetros acima do limite estabelecido na pista para ganhar tempo na viagem”, comenta Fabiano Moreno, Assessor Nacional de Comunicação da PRF.

“O excesso de velocidade é a ‘mãe’ de todas as outras infrações. Ao imprimir mais velocidade, a distância de frenagem dos veículos também aumenta. E isto pode ser fatal no caso de caminhões”, alerta. No ano passado, 2.513 pessoas morreram em 6.000 ocorrências de colisões frontais.

O Assessor Nacional da PRF observa que, por mais incomum que pareça, os atropelamentos de pedestres em estradas federais também vêm ganhando destaque nas estatísticas. Segundo Moreno, a razão deste fenômeno é o crescimento de cidades: “Em alguns locais, os municípios estão ‘engolindo’ as estradas, e rodovias passam a ser utilizadas como avenidas, onde você tem trânsito de veículos de transporte coletivo, caminhões com carga, automóveis, motociclistas e pedestres. E tudo isso gera acidente”. Em 2010, segundo a PRF, 5.398 atropelamentos mataram 1.500 pessoas.

Desde 1998, o uso do cinto de segurança é obrigatório. Mas isso não foi o suficiente para 120.000 motoristas que foram multados por dirigirem sem o equipamento. “Nada justifica a ausência do uso. E tal prática não é exclusiva de uma só categoria: motoristas de caminhão também têm sido autuados por não utilizarem o cinto”, diz Fabiano Moreno.

Mau exemplo

Caminhoneiro é sinônimo de profissional do volante, certo? Bem, há ainda uma parcela de motoristas que não age como deveria. Nas rodovias paulistas, a Polícia Militar Rodoviária realizou no primeiro semestre deste ano 200.896 autuações, sendo que 55.757 (28%) envolveram caminhões. A exemplo do que acontece nas BRs, a infração mais freqüente nas estradas estaduais também é o excesso de velocidade, além da má conservação dos pneus e a não condução do veículo na faixa da direita.

“Essas autuações estão diretamente relacionadas à conduta do motorista, o que nos preocupa. O próprio Código de Trânsito Brasileiro orienta que o condutor de um veículo de grandes proporções deve zelar por si e pelos veículos de menor proporção. Ao exceder a velocidade, os danos provocados por um acidente poderão ser fatais”, comenta a 1ª Tenente PM Fabiana Pane, porta-voz do Comando de Policiamento Rodoviário do Estado de São Paulo.

Foto: Divulgação / Ministério dos Transportes