+ 4 novidades que prometem mudar o transporte

Veja novidades anunciadas por grandes empresas

Ônibus elétrico percorre 1.772 km com apenas uma carga na bateria

A autonomia das baterias de veículos elétricos sempre foi um problema para o mercado. Mas pode ser que esse desafio esteja prestes a ser superado. A empresa Proterra anunciou que seu modelo Catalyst E2 Max percorreu 1.772,2 quilômetros, numa área de testes, em Indiana (EUA), no mês de agosto, com apenas uma carga. A Proterra ainda desenvolveu um sistema que preenche o restante das baterias em minutos e faz a recarga completa entre uma e duas horas. Porém, em um ambiente urbano, a autonomia seria menor que o desempenho nos testes.

Boeing aposta em aviões com robôs pilotos

A Boeing está adquirindo a Aurora Flight Sciences, líder no ramo de voos autônomos, com produtos como copiloto robótico e software capaz de perceber as pistas de pouso. Com a compra, a Boeing aposta em aviões inteligentes, nos quais os algoritmos de computador e a inteligência artificial desempenhem um papel cada vez mais importante na cabine. A Aurora produziu e operou mais de 30 veículos aéreos não tripulados desde que foi fundada, em 1989. Em abril, a empresa operou com sucesso um protótipo de táxi aéreo que decola e aterrissa verticalmente. Quando a aquisição for finalizada, a Aurora se transformará em uma subsidiária da Boeing Engineering, Test & Technology.

Veja também: 5 novidades que prometem mudar o transporte

Foguete fará viagem de Nova York a Xangai em 39 minutos

Chegar na lua até 2022; formar uma colônia em Marte em 2024; e fazer uma viagem entre dois extremos da Terra em menos de uma hora. Essa é a promessa feita por Elon Musk, CEO da Space X, empresa de transporte espacial, ao anunciar o desenvolvimento de um novo foguete. No Youtube, a SpaceX compartilhou um vídeo com simulações das viagens. De Nova York, nos Estados Unidos, para Xangai, na China, os passageiros levariam cerca de 39 minutos, viajando a 29 mil km/h. De acordo com Musk, o custo de cada assento no foguete deve ser equivalente ao que se paga por uma viagem de avião na classe econômica atualmente.

Moto voadora

A polícia de Dubai anunciou uma parceria com a empresa russa Hoversurf, especializada em drones, para o uso de uma “moto voadora” em suas operações. A Scorpion 3 tem 4 hélices, é controlada por joysticks e possui sistemas que regulam a altitude e a velocidade para prevenir acidentes. A moto pode ser controlada por controle remoto e é movida a energia elétrica. Sua velocidade máxima é de 70 km/h, podendo chegar a 5 metros de altura com uma autonomia de voo de 25 minutos.

Com informações da CNT