O avanço tecnológico de sistemas de segurança nos veículos rodoviários que circulam no Brasil está alcançando um nível que os deixam cada vez mais próximos da automação.

Nesta sexta-feira (13) a Mercedes-Benz apresentou em sua fábrica em São Bernardo do Campo (SP) os novos sistemas para seus chassis de ônibus rodoviários O 500 RS e RSD.

“É mais uma grande iniciativa da marca pensando no futuro, rumo ao veículo autônomo”, afirmou Walter Barbosa, diretor de Vendas e Marketing de Ônibus da Mercedes-Benz do Brasil.

Chamado de ACC – piloto automático adaptativo -, esse sistema de segurança ajuda o motorista a manter o ônibus numa distância segura em relação ao veículo que vai à frente por meio de sensores na dianteira. Se o condutor não reagir, o sistema entra em ação, freando ou acelerando automaticamente o veículo para evitar o impacto.

ACC

O ACC acelera e freia automaticamente e se desabilita a uma velocidade menor que 15 km/h. Independentemente da ativação do ACC, o motorista tem total autonomia para acelerar ou frear, bastando usar os pedais para isso. Ou seja, o condutor tem sempre o domínio do veículo.

Esse equipamento vai mais além do que um piloto automático convencional, que mantém uma velocidade constante do veículo conforme determinado pelo motorista, proporcionando redução do consumo e diminuição do stress do condutor. “O piloto automático adaptativo reduz o risco de acidentes, trazendo mais segurança para os passageiros, os motoristas e os outros veículos da via”, ressalta Walter Barbosa.

“Estamos antecipando uma tecnologia já presente no inovador Future Bus Mercedes-Benz na Europa, que demonstrou sua eficiência e confiabilidade em trechos de circuito fechado de BRT na Holanda. Ou seja, radares, sensores, câmeras, sistema de navegação GPS controlado por satélite e conectividade, elementos do Future Bus, naturalmente serão a referência para o desenvolvimento e operação do nosso futuro ônibus autônomo aqui no Brasil. Temos conhecimento e ampla experiência para isso”.

Consumo

Saindo do item segurança, a fabricante alemã também apresentou novidades para a redução de consumo de combustível.

Os veículos agora contarão com um sistema de desligamento automático do motor para evitar o consumo de combustível desnecessário, com possibilidade de ser configurado para desligar após 4 minutos ou após 10 minutos. Também houve modificação no compressor de ar do motor.

A caixa automática GO 240 também sofreu mudanças. Com nova padronização das marchas, o escalonamento é mais eficiente e, consequentemente,aos econômica. Outra tecnologia é o Visctronic, que permite uma nova rotação da hélice de arrefecimento, não apenas ligada ou desligada como é padronizado atualmente. Para finalizar, o High Torque, que traz mudanças em sistemas que elevou o torque. Combinadas, as mudanças entregam de 2 a 8% de economia de combustível.