Vice-presidência de Operações da Mercedes-Benz tem mudança

Vice-presidente de Operações, Wolfgang Hänle se aposentará no fim de junho e será sucedido por Carlos Santiago, atual diretor de Produção de Caminhões.

Mercedes-Benz

Depois de 21 anos muito bem sucedidos no Grupo Daimler, Wolfgang Hänle, vice-presidente de Operações da Mercedes-Benz do Brasil, se aposentará no próximo dia 30 de junho. Seu sucessor será Carlos Santiago, atual diretor de Produção de Caminhões, que assumirá as novas atividades já no dia primeiro de julho.

Wolfgang Hänle começou sua carreira profissional na Daimler em 1995, com a aquisição da empresa Kässbohrer GmbH pelo Grupo. Após várias funções, ele se tornou membro do Board da DaimlerChrysler do Brasil em 2004, como responsável pela produção de ônibus na América Latina. Em 2007, o executivo deixou o País para liderar a área de produção da EvoBus, assumindo responsabilidades pela produção mundial de ônibus da Daimler. Em 2013, retornou ao Brasil, quando passou a ser responsável pela produção de Caminhões, Agregados, Logística e Manutenção.

“Wolfgang Hänle contribuiu fortemente para os nossos negócios de veículos comerciais. Sob a sua gestão, conseguimos aumentar a produtividade nas nossas linhas de produção de caminhões e agregados. Ao mesmo tempo, o executivo teve contribuição fundamental para assegurar que os desejos dos clientes brasileiros fossem atendidos pela qualidade de nossos produtos”, afirma Philipp Schiemer, presidente da Mercedes-Benz do Brasil e CEO América Latina. “Com a chegada de Carlos Santiago, um profissional com ampla experiência no setor automotivo, continuaremos a ter sucesso em nossas operações tanto na fábrica de São Bernardo do Campo quanto na planta de Juiz de Fora”, completa Schiemer.

Com a nomeação de Carlos Santiago, a Mercedes-Benz do Brasil passa a ter como vice-presidente de Operações um experiente profissional da área de produção, com profundos conhecimentos em metodologias como TOS e Lean Management. Desde março de 2015, ele lidera a área de Produção de Caminhões nas fábricas de São Bernardo do Campo, em São Paulo, e de Juiz de Fora, em Minas Gerais.

Formado em Engenharia Elétrica pela Universidade de São Paulo e com sólida experiência profissional, adquirida em 18 anos de trabalho na indústria automobilística, Carlos Santiago, com 41 anos de idade, gerenciou unidades industriais, implementou estratégias de projetos de grande porte ligados à Produção, Logística e Qualidade e para a instalação de novas linhas de produção.