Paranaguá ganhará unidade do SEST SENAT

Nova unidade do SEST SENAT está prevista para 2019

O Serviço Social do Transporte e Serviço Nacional de Aprendizagem do Transporte (SEST SENAT) terá uma nova unidade em Paranaguá prevista para o ano de 2019. O terreno já foi adquirido na Avenida Belmiro Sebastião Marques, entre as ruas 19 e 21, aos fundos da Rua 24, no bairro Parque São João. O terreno possui área de mais de cinco mil metros quadrados, com área edificada de mais de 1.900 metros quadrados.

9 unidades no Paraná

Ao todo, nove unidades estão em andamento no Paraná, sendo quatro novas e outras cinco antigas que estão em fase de ampliação. Estes espaços têm como objetivo atender os trabalhadores e autônomos do setor de transporte e seus dependentes. O presidente da Federação das Empresas de Transporte de Cargas do Estado do Paraná (Fetranspar) e do Conselho Regional do SEST SENAT Paraná, Coronel Sérgio Malucelli, afirmou que serão investidos mais de R$109 milhões em todo o Estado nos próximos três anos.

Veja também: Cascavel aprova Lei que cassa alvará de funcionamento de receptadores de carga roubada

“Em Paranaguá, com 65 funcionários, equipamentos, a obra propriamente dita e o terreno que foi adquirido, vamos investir R$21 milhões. Em Maringá, já está em construção e estamos licitando a unidade de Pato Branco, até novembro do ano que vem queremos deixar todas prontas, em Umuarana, Toledo e Francisco Beltrão, Guarapuava, Santo Antônio da Platina e Cascavel”, disse Malucelli.

A atuação da unidade beneficiará usuários em transporte, seja ele de carga, passageiro, taxista e transporte escolar. “Por legislação, não podemos atender gratuitamente, mas 30% da comunidade a um preço extremamente diferenciado da média do mercado. O sistema S é fruto do recolhimento da contribuição do empresário”, destacou Malucelli.

Unidade em Paranaguá

A construção da unidade em Paranaguá está em fase de cadastramento de empresas. “Faço o possível para que mais empresas paranaenses se cadastrem. Hoje, o SEST SENAT tem 435 funcionários e vai passar a 840. Temos que começar a obra no máximo até julho e entregá-la em 10 meses, conforme programa da Confederação Nacional de Transportes”, detalhou Malucelli. O presidente da Fetranspar e do Conselho Regional do SEST SENAT Paraná considerou ainda a importância em trazer essa novidade.

“Temos aqui o segundo principal porto do País. Há uma rotatividade de 24 horas com mais de sete mil motoristas e caminhões que ficam entre empresas, trabalham de forma autônoma e também de cooperados que também vão poder utilizar o SEST SENAT. Justifica plenamente a presença de uma unidade para atender o setor de transporte”, concluiu. PROJETO DE IMPLANTAÇÃO O projeto de implantação contempla duas edificações principais onde estarão inseridos os dois módulos de Desenvolvimento Profissional e Promoção Social.

Com informações da NTC & Logística