Valor de pedágio será critério para concessão da MS-306

A MS-306 é uma importante rota de escoamento da produção da porção norte da região Centro-Oeste

Valor de pedágio será critério para concessão da MS-306 (Foto: Reprodução/YouTube)

O governador Reinaldo Azambuja garantiu que o valor do pedágio será o principal critério para escolher a empresa que irá administrar a rodovia MS-306, que liga o município de Cassilândia a Costa Rica. “Não é uma concessão onerosa, em que a concessionária paga ao poder público, teremos uma concessão de menor tarifa, então quem apresentar a menor tarifa será a vencedora, com certeza”.

Veja também: Rodovias do Mato Grosso do Sul têm piora e mais de 60% apresentam problemas

A concessão será feita por meio de Procedimento de Manisfestação de Interesse (PMI). O processo está na fase de apresentação de estudo técnico, cujo valor global bruto é de R$ 5 milhões. Os projetos devem conter adequação de capacidade, reabilitação, operação, manutenção e conservação da rodovia para garantir melhor tráfego e segurança aos usuários.

A MS-306, trecho: Entr. BR-359(B) – Entr. BR-158(A) possui 200,2 km de extensão, sendo uma importante rota de escoamento da produção da porção norte da região Centro-Oeste. A rodovia acompanha a divisa com o Estado vizinho de Goiás, atendendo atualmente uma importante região de agronegócios no Estado, sendo polo de integração comercial e de produção entre os estados de Mato Grosso do Sul, Mato Grosso, São Paulo, Goiás e Minas Gerais. O volume médio de tráfego é de aproximadamente 6 mil veículos, sendo 65% dos veículos de passeio e 34,82% comerciais.

Com informações da NTC