Período de férias exige mais atenção de motoristas nas estradas

Antes de cair na estrada, os motoristas devem checar itens básicos do carro

Muitas famílias aproveitam as férias escolares de julho para viajar em busca de diversão. Durante esse período, o volume de veículos nas estradas cresce 20%.

- Publicidade -

Por isso, a atenção deve ser redobrada para garantir a segurança de todos. Antes de cair na estrada, é importante checar itens básicos do carro.

A checagem ajuda a evitar transtornos e até mesmo acidentes graves. “É bastante comum, por exemplo, preocupar-se com tudo antes da viagem, como hospedagem, passeios, alimentação e malas. Mas um dos cuidados mais importantes fica para trás: a saúde do veículo que vai transportar todos”, orienta Fábio Ortega, gestor de segurança viária da Entrevias Concessionária de Rodovias.

Ocorrências

Só neste ano, a Entrevias atendeu 2.586 ocorrências de apoio mecânico na SP-333, entre os municípios de Florínea e Borborema. “Muitos casos são ocorrências que poderiam ser evitadas se houvesse um planejamento antes da viagem, como pane mecânica, seca e elétrica”, frisa.

Alguns itens importantes para garantir o bom desempenho do veículo e a segurança necessária têm checagem rápida e podem ser avaliados pelo próprio condutor, sem a necessidade de uma oficina especializada. Porém, é preciso que tudo seja feito com antecedência antes e depois de uma viagem:

Período de férias exige mais atenção de motoristas nas estradas (Foto: Divulgação)

Pneus

Certifique-se que o estepe está no veículo. A ausência do pneu reserva rende multa. Verifique ainda se há bolhas ou rachaduras nos quatro pneus, inclusive no reserva. Se houver, faça a troca.

Pneus desgastados, sem sulcos (carecas), provocam acidentes e também geram multa. Cheque também a pressão de todos os pneus antes de viajar. Quase todos os modelos precisam de alteração de pressão de acordo quantidade de passageiros e bagagem que o carro irá carregar.

Alinhamento e balanceamento, que dão estabilidade ao veículo, dependem de oficina especializada e devem ser feitos a cada 10 mil quilômetros ou de acordo com a necessidade. Fique atento aos rangidos e ruídos do veículo.

Triângulo, macaco e chave de roda

Só checar se estão no carro não é suficiente. Veja se estão em condições de funcionamento. Um macaco que não funciona ou um triângulo sem sustentação não servem para nada.

Fluidos

Analise a validade de todos os fluidos, filtros e, principalmente, se não há vazamentos. Fique atento ao nível do líquido de arrefecimento do motor, do óleo, do freio e da direção hidráulica.

Sistema elétrico

A manutenção dos equipamentos elétricos depende de oficina especializada. Confira sempre se há lanternas queimadas. Além de gerar multa, a falta de uma luz pode provocar acidentes.

- Publicidade -