Na operação chamada de Infinita Highway, a Polícia Federal realizou, na manhã de hoje (11), um mandado de busca e apreensão no gabinete do diretor-geral da Associação Nacional dos Transportes Terrestres (ANTT), Mário Rodrigues Júnior, em Brasília.

O diretor, que já era investigado por desvios no Rodoanel em São Paulo, foi nomeado pelo ex-presidente Michel Temer (MDB) e tem mandato até 2020.

A nova operação da PF tem como objetivo investigar um esquema de superfaturamento de tarifas de pedágio na Bahia, no Espírito Santo e em Goiás. Ainda, durante as investigações, foi verificado que algumas concessionárias emitiam laudos fraudulentos sobre as qualidades de suas rodovias, evitando a aplicação de multas e sanções pela ANTT.

Além disso, foi constato que, com aval da ANTT, uma concessionária aumentou o valor do pedágio, alegando necessidade de manutenção da pista, baseando-se em orçamentos falsos, de empresas que não existem.

Fonte: Terra (com informações do Estadão Conteúdo).