Presidenta Dilma muda regra para concessão de rodovias

O governo federal mudou o modelo de privatização de rodovias executado pela presidente Dilma Rousseff. Agora, a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) ampliou os prazos para execução das obras.

A medida começa com a concessão dos 475 quilômetros da BR-101, que corta o Estado do Espírito Santo. A concessionária terá até 23 anos para entregar a duplicação de 418 km da estrada.

Outras três estradas em Minas Gerais (BR-040,116 e 381) também fazem parte da nova fase, mas seus editais estão travados no Tribunal de Contas da União (TCU), por conta de problemas com o prazo excessivo para conclusão da obra.

Foto: Divulgação DNIT