​A PRF (Polícia Rodoviária Federal) intensificará a fiscalização em rodovias federais, entre os dias 1 e 6 de março (de sexta-feira à quarta-feira), na Operação Carnaval. No período, policiais rodoviários federais que atuam em áreas administrativas irão reforçar as ações de policiamento ostensivo.

Entre os focos da fiscalização da PRF, estão condutas irregulares, como excesso de velocidade, embriaguez ao volante, ultrapassagens proibidas e transporte de crianças sem o equipamento de retenção adequado (bebê-conforto, cadeirinha ou assento de elevação, conforme a faixa etária).

Na saída para o feriado, o pico do movimento deve se concentrar no final da tarde e no início da noite de sexta-feira (1º) e na manhã de sábado (2). O retorno deve ter um maior fluxo entre a tarde de terça-feira (5) e a manhã de quarta-feira (6).

A PRF enviou ofícios às concessionárias de rodovias, solicitando que eventuais obras sejam paralisadas durante o feriado prolongado, à exceção daquelas emergenciais ou que não possam ser interrompidas.

Restrição ao trânsito de caminhões

Veículos de carga com dimensões excedentes ou peso superior a 57 toneladas estão impedidos de transitar em trechos de pista simples das rodovias federais em alguns horários: das 16 horas às 22 horas de sexta-feira; na manhã de sábado; das 16 horas às 22 horas de terça-feira; e na manhã de quarta-feira.

Dicas para uma viagem segura

Respeitar os limites de velocidade, manter distância de segurança em relação aos outros veículos, ultrapassar apenas quando houver plenas condições de segurança e não desviar a atenção do trânsito. Essas são algumas das principais orientações da PRF para reduzir o risco de acidentes.

A PRF também orienta os usuários de rodovias, mesmo antes de viagens curtas, a fazer uma revisão preventiva do veículo, o que inclui a checagem dos pneus, do sistema de iluminação, dos equipamentos obrigatórios, do nível do óleo e do radiador, entre outros itens.

Também é fundamental planejar a viagem, buscando evitar, na medida do possível, os horários de pico. Dirigir cansado ou com sono aumenta o risco de o motorista cometer erros. A cada três ou quatro horas de viagem, é recomendável fazer uma pausa para descanso ou revezar a direção do veículo.

Fonte: Agência CNT.