Vítima fica presa entre ferragens após queda de passarela na Avenida Brasil

Corpo de Bombeiros ainda não divulgou informações sobre a identificação da vítima do acidente na Avenida Brasil

Vítima fica presa entre ferragens após queda de passarela na Avenida Brasil (Foto: Reprodução/Record)

Bombeiros dos quartéis de Irajá e Parada de Lucas atendiam, por volta das 15h30 de hoje (24), uma pessoa que ficou presa às ferragens com a queda de uma passarela da Avenida Brasil sobre um caminhão que colidiu com a estrutura, na zona norte do Rio de Janeiro.

O Corpo de Bombeiros ainda não divulgou informações sobre a identificação da vítima do acidente, ocorrido por volta das 14h20. O trânsito na via expressa está totalmente interditado, causando congestionamento na região.

Veja também: Roubo de carga no Rio de Janeiro bate recorde

O Centro de Operações da prefeitura do Rio decretou estágio de atenção, devido a esse incidente e à interrupção do tráfego na Linha Amarela, causada por uma ocorrência policial.

Agentes da Companhia de Engenharia de Tráfego do Rio de Janeiro (CET-Rio) trabalham desviando o trânsito na Avenida Brasil. No sentido centro, a opção é a Avenida Meriti. No fluxo oposto, as alternativas são a Rodovia Washington Luiz e a Linha Vermelha.

(Foto: Reprodução/Record)

A saída da Linha Amarela para o sentido zona oeste da Avenida Brasil também está interditada. Os veículos estão sendo encaminhados para a Linha Vermelha. Por causa do fechamento total da Avenida Brasil, foi autorizado o tráfego de caminhões na Linha Vermelha, onde normalmente é proibido.

Atualização

A queda de uma passarela sobre um caminhão na Avenida Brasil, na zona norte do Rio de Janeiro, matou o motorista do veículo, que ficou preso entre as ferragens. Segundo o Corpo de Bombeiros, o homem, cuja identidade não foi revelada, morreu no local do acidente,

Desde a ocorrência, pouco depois das 14h, a avenida está fechada nos dois sentidos, e equipes da prefeitura trabalham na desmontagem da estrutura, para que o tráfego possa ser liberado.

A via é a principal ligação entre o centro da cidade e regiões da zona norte, zona oeste e Baixada Fluminense, e a prefeitura recomenda que a população dê preferência ao metrô, trem e BRT para retornar para casa.

A interrupção do trânsito causa congestionamentos na região, e a cidade entrou em estágio de atenção. Além do bloqueio na Avenida Brasil, há recomendação para evitar o trecho da Linha Amarela próximo á Cidade de Deus, devido a uma operação policial nas proximidades.

Para melhorar a fluidez do trânsito nos arredores da Avenida Brasil, a Guarda Municipal reforçou a atuação no Largo de Benfica e nos cruzamentos da Avenida. Pastor M Luther King Jr. com a Avenida Monsenhor Félix e com a Estrada do Colégio.

Como a Avenida Brasil é a via em que os caminhões podem trafegar para ter acesso a rodovias como a Dutra e a Washington Luiz e à Ponte Rio-Niterói, foi liberado o trânsito nesses veículos na Linha Vermelha, principal alternativa entre a Baixada Fluminense e o centro do Rio de Janeiro. Entretanto, a via também apresenta trânsito congestionado.

Com informações da CNT e do R7