Restrição de caminhões na capital prejudica motoristas do interior

Não é apenas na Grande São Paulo que a restrição ao trânsito de caminhões nas marginais e algumas avenidas trouxe reflexo para os motoristas. Em Sorocaba, quem segue pela Rodovia Castello Branco rumo à capital também enfrenta tráfego pesado.

Durante a semana, a rodovia Castello Branco fica praticamente parada logo depois de Araçariguama (SP). Em dias mais complicados, o engarrafamento chega até o km 41, em Santana de Parnaíba (SP). Isso tudo por conta da proibição da prefeitura de São Paulo, que impede caminhões de circular pela Marginal Tietê e outras 25 ruas e avenidas entre 5h e 9h e entre 17h e 22h.

A concessionária CCR ViaOeste, que administra a rodovia, está construindo uma quarta faixa na Castello Branco para tentar diminuir as complicações. No entanto, o grupo esbarrou em uma questão ambiental, na altura do km 26, em Barueri (SP). Seria preciso o corte de árvores para alargar a pista. A previsão é que essa licença ambiental saia apenas em novembro. A partir daí, a obra deve ser entregue em noventa dias.

(LT)

Foto: Divulgação/ CCR ViaOeste