Rio de Janeiro recebe 50 ônibus superarticulados Mercedes-Benz

A participação da Mercedes-Benz no número da frota de ônibus do Rio de Janeiro aumentou com a chegada de 50 novos ônibus superarticulados para a frota do BRT.

940x529_BRT - Mercedes-Benz (7)_superarticulado O500

As Olímpiadas do Rio de Janeiro estão cada vez mais próximas e a cidade se prepara para receber um enorme número de turistas que irão acompanhar os jogos. Entre as preparações, está a instalação do BRT (Bus Rapid Transport), um sistema de transporte com ônibus superarticulados, que recebe uma grande quantidade de passageiros, tem um custo operacional mais baixo e circula rapidamente por vias exclusivas.

400x300_ABRT - Mercedes-Benz (10)_superarticulado O500
Embarque é feito em plataformas elevadas. (Foto: Divulgação)

Junto com a implantação do sistema, está a consolidação da Mercedes-Benz na participação da frota de veículos de transporte urbano fluminense, através da aquisição de 50 ônibus superarticulados que funcionarão nas linhas Transoeste e Transcarioca do BRT. De 2013 para 2016, a empresa alemã aumentou 11% sua presença na cidade, sendo hoje responsável por 80% de todos os ônibus urbanos do Rio.

O ônibus Mercedes-Benz O 500 MDA tem 23 metros de comprimento, quatro eixos, sendo que o 4º eixo também é direcional, ajudando o veículo a realizar manobras com mais facilidade, e pode levar de 200 a 220 passageiros.

“A Mercedes tem sido um grande parceiro, esses novos carros maiores são de extrema importância por causa da alta capacidade que eles trazem para o sistema apenas com o upgrade do veículo”, afirma Alexandre Castro, gerente de Infraestrutura do Sistema BRT.

Atualmente, a cidade do Rio de Janeiro conta com 271 veículos da Mercedes, entre articulados, superarticulados e padrão, em operação, sendo que a frota total do serviço é de 367 ônibus.

O superarticulado O 500 MDA é provido de caixa automática e freio ABS, além de sistemas de segurança para os usuários. No que diz respeito a sua dirigibilidade, o gerente de engenharia de vendas de ônibus da Mercedes-Benz, Gustavo Nogueira, afirma “é um carro fácil de guiar, mas claro que o treinamento de um motorista, que muitas vezes vem de um viário comum, precisa ser específico. Nós temos um treino específico para os motoristas do BRT, não só para a parte do viário em si, mas principalmente no que diz respeito à docagem, que é a aproximação e a saída da plataforma do sistema.”

Sistema rápido

O BRT aumenta a velocidade no transporte funcionando como uma espécie de metrô, que tem estações no lugar de pontos.

400x300_BRT - Mercedes-Benz (2)_superarticulado O500
Centro de Operações do BRT. (Foto: Divulgação)

O sistema funciona em três modelos de circulação: Direto (sem paradas entre os terminais), semidireto (com paradas em estações pré-determinadas) e parador (com paradas em todas as estações da linha).

Atualmente a cidade conta com os corredores Transoeste e Transcarioca, além da Transolímpica, que está em fase de conclusão e tem seu ponto inicial/final na Vila Olímpica.

Para 2017 está prevista a conclusão da última linha, a Transbrasil, que fechará o total de 157 km de linhas, com 140 estações e 12 terminais.

A fluidez do sistema é garantida por um centro de operações que analisa em tempo real o funcionamento de todas as unidades que estão em circulação.

Liderança no setor

A Mercedes-Benz tem aumentado sua participação nas vendas de ônibus como um todo. Apesar da atual retração do mercado no País, no primeiro quadrimestre deste ano, a empresa manteve sua liderança no segmento acima de 8 toneladas, com cerca de 53% de das vendas no mercado, mais que o dobro do que foi obtido pelo segundo colocado.