Saúde tem intenção de vacinar 5,3 milhões de paulistas contra A H1N1 em 20 dias

A partir de 5 de maio até de 25 do mesmo mês, a Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo pretende imunizar 5,3 milhões de paulista contra  gripe.

Serão mais de 7 mil postos de vacinação, entre fixos e volantes, além de 3,5 mil veículos, 32 ônibus e cinco barcos. Ao todo serão 41,6 mil profissionais da área da saúde, estaduais e municipais, envolvidos na ação.

Além de imunizar a população contra a gripe A H1N1, tipo que se disseminou pelo mundo na pandemia de 2009, a campanha também vacinará a parcela da população participante contra outros 2 tipos do vírus influenza – A (H3N2) e B.

“Vale esclarecer que a vacina não provoca, de maneira nenhuma, gripe em quem tomar a dose, pois é feita de pequenos fragmentos do vírus que são incapazes de causar qualquer infecção. A imunização contra a gripe é fundamental para evitar complicações respiratórias decorrentes da doença, a exemplo de pneumonias”, afirma Helena Sato, diretora de Imunização da Secretaria.

Foto: Ilustração