Tarifas de pedágio na BR-163/MT caem

Novos valores entram em vigor nesta quinta-feira (6)

Tarifas de pedágio na BR-163/MT caem R$ 0,10 (Foto: divulgação)

A ANTT (Agência Nacional de Transportes Terrestres) determinou a redução em R$ 0,10 das tarifas em todas as praças de pedágio da BR-163/MT, no trecho que vai da divisa do Mato Grosso com Mato Grosso do Sul até o entroncamento com a MT-220. A rodovia é administrada pela CRO (Concessionária Rota do Oeste).

Com isso, a tarifa básica de pedágio passará a ser: R$ 4,40 na praça de pedágio de Itiquira; R$ 5,00 em Rondonópolis; R$ 4,00 em Campo Verde/Santo Antônio do Leverger; R$ 4,00 em Cuiabá/Santo Antônio do Leverger; R$ 5,40 em Acorizal/Jangada; R$ 4,50 em Diamantino; R$ 3,70 em Nova Mutum; R$ 4,80 em Lucas do Rio Verde; e R$ 6,90 em Sorriso.

Veja também: Gasolina e diesel são reajustados pela 3ª vez em setembro

Conforme a Concessionária Rota do Oeste, o cálculo para chegar ao novo valor das tarifas na BR-163/MT considerou o índice da inflação no último ano (IPCA) e a decisão da agência em retirar do contrato algumas obrigações, como a construção de 23 retornos em nível.

Além disso, a Rota do Oeste passou a controlar 78 radares que estavam sob operação e manutenção do Dnit (Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes) ao longo da rodovia. Outros 24 pontos de monitoramento já estavam sob responsabilidade da concessionária.

Com informações da CNT