Fluxos de veículos leves expandiu 0,9% e pesados recuou 1,2%.

O índice ABCR de atividade, referente a março de 2019, apresentou alta de 0,5%, no comparativo com fevereiro, considerando os dados dessazonalizados. O índice que mede o fluxo pedagiado de veículos nas estradas é construído pela Associação Brasileira de Concessionárias de Rodovias juntamente com a Tendências Consultoria Integrada.

Mantida a comparação mensal dessazonalizada, o índice de fluxo pedagiado de veículos leves expandiu 0,9%, enquanto o fluxo de pesados recuou 1,2%.

“Os resultados dos indicadores de fluxo seguem afetados pela mudança da data do feriado de carnaval deste ano em relação ao anterior, o que afetou o número de dias úteis nos últimos dois meses comparado a 2018”, explica Thiago Xavier, analista da Tendências Consultoria.

“Ao se retirar os efeitos de calendário, notamos que tanto o índice total como suas aberturas registraram expansão no terceiro trimestre, o que converge, em linhas gerais, com o ritmo ainda muito moderado de retomada da atividade econômica”, pondera Thiago.

Dessa forma, no acumulado do ano, houve expansão de 1,2% do índice total, dinâmica que reflete o crescimento totalizado tanto por leves como pesados, os quais acumulam ganhos de 0,7% e 2,7%, respectivamente.

Nesta edição, a composição das praças de pedágio que geram o Índice ABCR foi atualizada. Mais informações podem ser obtidas no site da ABCR.

pesados
Imagem: (Divulgação).
pesados.
Imagem: (Divulgação).
pesados
Imagem: (Divulgação).