Com desempenho melhor do que o restante do mercado de caminhões em 2017, a Scania espera resultados expressivos para 2018

O início de ano tem demonstrado para as fabricantes de caminhão de que 2018 terá, de fato, uma retomada do setor. Após encerrar 2017 com crescimento na casa dos 36%, a Scania acredita que a tendência de alta do mercado deve acelerar neste ano. A marca sueca espera crescimento em torno de 30% para 2018, tanto no mercado geral quanto na faixa em que atua, a partir das 16 toneladas.

- Publicidade -

A alta para a Scania deve ser impulsionada pelo agronegócio e o setor de grãos. Mas outros segmentos também trazem boas perspectivas. “Cargas industriais já sinaliza um crescimento bem expressivo e observamos isso no fim do ano para cá”, explica Ricardo Vitorasso, diretor de Vendas de Caminhões.

Além disso outros pontos impactam no otimismo da Scania. A empresa espera aumento na vendas dos motores novos, de 450 cv e 510 cv. Também há expectativa de crescimento no número de contratos de manutenção, que deve ficar acima dos 50% em relação ao número de caminhões novos vendidos. Destes 50%, metade deve ser da modalidade de Planos Flexíveis.

Ônibus em alta

O mercado de ônibus rodoviários está reaquecendo. De acordo com a previsão da Scania, a alta em 2018 pode chegar aos 10%. Entre os urbanos a expectativa é de que as vendas seguem no mesmo patamar.

“Estamos marcando nossa atuação com uma postura firme e forte, devido aos nossos produtos. Nosso crescimento em 2017 foi acima do mercado e esperamos por outro resultado positivo neste ano, celebra Silvio Munhoz, diretor de Vendas de Ônibus.

- Publicidade -