Volvo lança na FetransRio gerenciador de frota para ônibus rodoviários e urbanos

A partir de 2013, todos os veículos rodoviários e híbridos da Volvo contarão com um gerenciador de frotas para ônibus rodoviários e urbanos. O hardware é instalado de fábrica, que permite que o transportador tenha um completo raio x de suas operações.

O gerenciador de frota oferece ao transportador informações sobre consumo de combustível, emissão de poluentes, horas rodadas e velocidade média da frota por veículo e também por motorista. Ainda é possível acompanhar a posição do ônibus em tempo real, identificando atrasos, problemas ou desvios de rotas, e gerar um histórico de posições.

“O sistema faz um diagnóstico completo sobre a operação do veículo e o comportamento do motorista. Com essas informações, é possível definir metas, identificar desvios e adotar medidas para aumentar a segurança da operação, além de diminuir os custos operacionais de consumo e manutenção”, explica Bernardo Cruz, coordenador de telemática da Volvo Bus Latin America.

É possível, por exemplo, identificar deficiências de condução e, a partir delas, investir em treinamentos de direção econômica e defensiva para melhorar o desempenho dos motoristas ao volante.  “A maneira de conduzir influi diretamente no consumo de combustível e na vida útil das peças. Os treinamentos melhoram o desempenho do motorista, contribuindo para reduzir o consumo de combustível e aumentar a vida útil dos componentes e o conforto dos passageiros”, comenta Cruz.

Por meio do módulo Perfil de Condução há a possibilidade de identificar o comportamento do motorista combinado ao perfil do relevo da rota, revelando a marcha usada, a rotação e a aceleração. Outro benefício do sistema é o envio dos alarmes que são mostrados no painel do veículo como temperatura do motor e excesso de velocidade, entre outros.

O novo gerenciador de frotas da Volvo está disponível em três pacotes. Um básico, com relatórios, alarmes e eventos; um médio com as informações de posicionamento (mapas); e um completo, com um relatório detalhado da condução do veículo motorista. Nos ônibus urbanos, o sistema é um item opcional.

(EH)

Foto: Divulgação