ZF desenvolve nova linha de suspensões para cabines em veículos europeus

As futuras normas para a comunidade europeia para a redução de CO2 exigem novas soluções aerodinâmicas para as cabines de caminhões e, portanto, novos projetos de suspensões. Boas condições de trabalho nos veículos comerciais já deixaram de ser um luxo, mas sim um pré-requisito para o motorista, o veículo e a carga viajarem de maneira segura. Como fornecedor integral de sistemas, a ZF desenvolve e produz suspensões de cabines com diferentes aplicações em veículos comerciais – inclusive molas e amortecedores de vibrações. Para cada um desses itens, a ZF oferece a solução ideal e mais adequada para cada especificação. Quem mais ganha com a inovação da ZF são os motoristas, que recebem cabines cada vez mais confortáveis e livres de solavancos e balanços incômodos.

Os diferentes campos de aplicação dos veículos comerciais levam a diferentes projetos de cabines, os quais às vezes diferem consideravelmente em termos de tamanho, equipamentos e peso. Assim como os caminhões, as suspensões das cabines também são projetadas para aplicações completamente diferentes, com requisitos que variam de capacidades robustas para ações “off-road”, como no caso de veículos para construção, a projetos otimizados em termos de conforto no caso de transporte de longa distância em estradas e rodovias.

Dentro da Divisão de Tecnologia de Veículos Comercias da ZF, a unidade de negócio Módulos de Chassis para CV (veículos comerciais) desenvolve e produz suspensões dianteiras e traseiras para a cabine do motorista que abrangem todos os projetos de cabines. Os estabilizadores dianteiros que fazem parte da suspensão de toda a cabine são fornecidos a muitas montadoras (OEMs) para a produção em escala, e é utilizada a técnica de solda de união poligonal. Na IAA 2014, a ZF também estará apresentando novas soluções para a suspensão da cabine, como o sistema de estabilização ativa de balanço no estabilizador dianteiro. Uma unidade de controle especial, a qual recebe sinais dos sensores sobre a condição de dirigibilidade, controla a suspensão da cabine por meio de um atuador hidráulico. As condições respectivas do veículo são reconhecidas em uma fração de segundo e a cabine do motorista é estabilizada ativamente.

Os sistemas de suspensão de cabines podem ser montados com diversos amortecedores de vibrações, tais como um módulo amortecedor pneumático, bem como com o Módulo de Nivelamento Pneumático da Cabine (CALM) ou o sistema de amortecedor eletrônico CDC (Controle de Amortecimento Contínuo).

Suspensão da cabine torna-se mais leve

A ZF também apresentará na IAA 2014 um módulo de suspensão da cabine para projetos leves, o LCM. Ela reduz o peso, torna o transporte de mercadorias mais eficiente e economiza recursos. Suspensão pneumática fabricada em plástico reforçado com fibra de vidro (GRP) substitui a mola de aço convencional. A mola GRP proporciona o alojamento para o amortecedor hidráulico e assume a função do tubo externo, o qual não é mais necessário. Como tal, um vedador estático que usa dois O-rings é suficiente para a vedação externa. O vedador da haste do êmbolo exigida anteriormente, o qual estava sujeito ao desgaste, foi eliminado. O LCM é conectado ao veículo com anéis de plásticos. Todas estas medidas reduzem o peso de cada módulo em aproximadamente um quilo, ou seja, 30%. Outra vantagem é que o LCM não é sujeito à corrosão, uma vez que as superfícies expostas às influências dos ambientes são fabricadas em plástico.