ZF destaca a inovação tecnológica em seu 10º Encontro de Fornecedores da América do Sul

O 10º Encontro de Fornecedores da ZF, realizado na tarde de ontem, quarta-feira (14/08), no Senac Santo Amaro de São Paulo (SP), reuniu 350 pessoas, entre presidentes, diretores e gerentes de empresas parceiras da companhia. Além de premiar os quatro players mais alinhados com seus princípios de inovação, tecnologia e sustentabilidade que destacaram-se no último ano, a ZF aproveitou o momento para ressaltar a necessidade de todo o setor automotivo investir em parcerias que busquem a inovação tecnológica, e como esta postura é determinante para o sucesso comercial da indústria.

“O Grupo ZF acredita em um desenvolvimento sustentável dos negócios nos próximos anos e tem como objetivo estratégico atingir um volume anual de vendas de 40 bilhões de euros até 2025. Isto só será possível se toda a nossa cadeia de fornecimento crescer conosco. A América do Sul manteve sua participação nas vendas globais do Grupo ZF nos últimos anos, a despeito do grande crescimento dos mercados asiático e norte-americano, consolidando sua importância estratégica para o Grupo”, disse Wilson Bricio, presidente da ZF na América do Sul.

Bricio aproveitou para ressaltar e convidar os presentes a participar do 1º Prêmio Brasil-Alemanha de Inovação, realizado pela Câmara Brasil-Alemanha e do qual a ZF é patrocinadora. “A premiação é uma excelente oportunidade para nossos fornecedores divulgarem suas iniciativas inovadoras de aumento de competitividade”, acrescentou o presidente.

Carlos Thenório, diretor de gestão de materiais ZF América do Sul, salientou como a parceria entre as empresas que buscam a inovação é fator primordial para o crescimento de todo o setor. “Sempre ressaltamos aos nossos fornecedores que, ao recebermos um produto cada vez mais completo, internamente reduziremos etapas e processos industriais sem perder a qualidade, aumentando a competitividade”, enfatizou o executivo.

Um dos destaques do Encontro foi a presença de Johannes Kamzelak, vice-presidente de compras do Grupo ZF, que falou aos fornecedores sul-americanos sobre a importância deles para o desempenho global da companhia: “Para nos mantermos competitivos, investimos 861 milhões de euros em 2012 em pesquisas. E esperamos que isto aconteça também com vocês – uma intensa busca pelo aperfeiçoamento de produtos que traga benefícios não em termos de redução de custos, mas que gere também rentabilidade para nossos negócios”, comentou.

Antes da premiação, os executivos dos fornecedores assistiram à palestra “O desafio brasileiro de alcançar a rentabilidade”, de Stephan Keese, sócio-diretor da consultoria Roland Berger Strategy Consultants. “O mercado brasileiro automotivo tem um grande potencial de crescimento para os próximos anos. Mas para ter sucesso, os players e seus fornecedores terão que investir muito em inovação tecnológica para conseguirem manter sua competitividade em nível global”, disse Keese.